Agosto 16, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Privatização adiada – Porto de Itajaí, Brasil

O porto permanecerá sob gestão municipal até 2025, de acordo com a mídia brasileira, já que o governo não conseguiu emitir um anúncio de privatização a tempo.

O complexo ocupa, desde 2003, o segundo lugar no país em movimentação de contêineres, atrás apenas do Porto de Santos.

O Ministério da Infraestrutura adiou o anúncio da privatização, que daria o controle do porto ao município por mais dois anos a partir de janeiro de 2023. Além de confirmar a prorrogação do contrato, as autoridades municipais disseram que procurariam corrigi-lo e fortalecê-lo. Tentativas de fortalecer as operações portuárias locais.

“Com a delegação a terminar em dezembro deste ano, é necessário confirmar a prorrogação deste acordo entre o governo central e o município para que possamos continuar a gerir. Porto de Itajaí Faltam dois anos para o fim do anúncio da privatização”, disse Volni Morastoni, prefeito de Itajaí.

“Além disso, Itajaí atenderá à solicitação do Ministério da Infraestrutura para garantir a continuidade das operações portuárias e o desenvolvimento de nossa cidade, região e Santa Catarina. Nosso porto é parte essencial da economia do estado e do Brasil e não pode ser afetado por esta situação.

Os documentos serão encaminhados à Secretaria Nacional de Portos e Hidrovias para renovar o contrato atual com o município, mas solicitar a retirada de uma cláusula definitiva que teria garantido a duração do contrato pelos próximos dois anos.

De acordo com o porto, isso é necessário para dar segurança aos operadores portuários para que possam manter as operações com conforto e buscar novas linhas no Porto de Itajaí durante o período de transição até a conclusão do processo do novo modelo de fiscalização. A exceção evita problemas criados por uma potencial instabilidade logística.

READ  O ministro diz que as concessões devem dobrar o número de ferrovias no Brasil em 15 anos

Atualmente, o complexo portuário de Itajaí é responsável por mais de 70% do fluxo comercial catarinense e quase 5% do fluxo nacional (US$ 16 bilhões por ano) e possui a maior capacidade de infraestrutura para cargas refrigeradas do país.

O contrato para representar o porto de Itajaí junto ao município expira em 31 de dezembro de 2022. No entanto, o edital previsto para o final deste ano foi adiado e a administração municipal será renovada para os próximos dois anos. Até dezembro de 2024.