Agosto 16, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Brasil: Voluntários prestam apoio nutricional e de saúde ao povo de Savande – Brasil

A obra faz parte dos esforços da Operação Mato Grosso, iniciativa salesiana

(MissionNewswire) Pastoral da Criança da Paróquia São Domingos Sávio de Campinapolis, Brasil, visitou recentemente a aldeia Xavante de Santa Fé, que abriga 120 pessoas em 10 casas. A visita faz parte do trabalho voluntário da Operação Mato Grosso, uma iniciativa salesiana que oferece apoio voluntário para ajudar as comunidades indígenas locais.

Há um mês, a equipe que avaliou a saúde de crianças em risco grave de desnutrição voltou a acompanhar essas crianças. A maioria dos membros do grupo apresentou melhora significativa e recuperação do peso. Duas das crianças acompanhadas foram internadas na Casa de Saúde Indígena (CASAI) para melhor suporte de saúde. Durante esta visita e durante o mês de apoio, as famílias receberam doações de cestas básicas e, em determinados dias, todos os moradores receberam refeições quentes.

O salesiano diácono José Alves, Delma Cristina, a nutricionista da CASAI, a gerente tribal Djanira Ro’ojadwe Tsi’wadi e o voluntário belga Dieter Willems fazem parte da equipe de pastoral das crianças.

Willems participou de atividades com a equipe do Projeto de Assistência Missionária Móvel, coordenada por Louis Worstlin, que esteve em Campinapolis para manutenção de poços artesianos em diversas aldeias. Willems, economista, prestou atividades missionárias por cerca de um mês na região tribal de Mato Grosso.

O voluntário neste momento era o Dr. Paolo Fiore, pneumologista italiano que havia colaborado com os Salesianos em junho. Dr. Fiore disse: “Minha experiência é estar com o povo, especialmente o povo Xavante. Estou ajudando no posto de saúde porque eles precisam muito de serviços de saúde para as muitas doenças que sofrem. Há muitas crianças. Nas aldeias carentes, o acesso aos cuidados de saúde é complicado, por isso é bom ajudá-los nas suas próprias aldeias.” .”

READ  A nova companhia aérea brasileira está dobrando o número de passageiros em um mês

Dr. Fiore acrescentou que manter a saúde dos povos aborígenes é uma forma de ajudar a preservar a cultura do povo. “Percebi que esse trabalho é muito importante. É muito importante para a cidade de Campinapolis, tem gente que vai até a última aldeia e presta atenção. Preparamos comida para eles. Mostrar que tem gente que se preocupa com eles, que se preocupam com sua saúde, e que amam e respeitam o povo de Savande.”

Segundo o Banco Mundial, a pandemia de Covid-19 teve um impacto devastador no Brasil, com a pobreza prevista para triplicar até 2021. Quase 17 milhões de pessoas caíram na pobreza no primeiro trimestre deste ano e a taxa de pobreza é agora mais alta do que era há uma década. Pesquisadores estimam que cerca de 27 milhões de pessoas, 12,8% da população brasileira, vivem agora abaixo da linha da pobreza.

Existem disparidades na educação e no nível de escolaridade. Essas disparidades são maiores para crianças e jovens pobres, que vivem em áreas rurais ou têm escolaridade obrigatória incompleta. Os fornecedores trabalham com jovens pobres e suas famílias no Brasil para desenvolver programas e oferecer aos jovens oportunidades de melhorar sua educação e habilidades.

provas:

Foto ANS (Permissões e diretrizes de uso devem ser solicitadas ao ANS)

ANS — Brasil — Vendedores e voluntários entre os povos indígenas, dividindo o pão, alimentando os famintos, curando os doentes

Missões Salesianas — Brasil

Banco Mundial — Brasil