Agosto 16, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Governo brasileiro nomeia Rodolfo Landim para presidir o conselho da Petrobras

O logotipo da Petrobras é visto em frente à sede da empresa em São Paulo 23 de abril de 2015. REUTERS / Paulo Whitaker

Registre-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

HOUSTON, 5 Mar (Reuters) – O governo brasileiro nomeou o ex-executivo da Petrobras Rodolfo Landim para presidir o conselho da produtora de petróleo controlada pelo Estado, informou a empresa em um documento na noite de sábado.

No início do dia, o almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira disse à Reuters que planejava deixar o cargo de presidente da Petroleo Brasileiro SA, como a empresa do Rio de Janeiro é formalmente conhecida.

“O presidente da Petrobras é um trabalho de 24 horas e quero passar mais tempo com minha família”, disse Ferreira, acrescentando que tem dois filhos adultos morando fora do Brasil.

Registre-se agora para ter acesso GRATUITO e ilimitado ao Reuters.com

Ferreira ficará até o final de seu mandato. Uma assembléia de acionistas para renovar o conselho da empresa está marcada para 13 de abril.

A substituição ocorre no momento em que a Petrobras enfrenta pressão de investidores para aumentar os preços dos combustíveis, já que o petróleo se aproximava de US$ 120 por barril. A empresa controla os preços da gasolina e do diesel no Brasil com mais de 80% da capacidade de refino do país.

Ferreira se recusou a comentar sobre a política de preços de combustíveis da Petrobras.

Rodolfo Landim fez carreira na Petrobras antes de criar sua própria petrolífera, a Ouro Preto Óleo e Gás, e vendê-la para investidores em 2020.

Ingressou na Petrobras em 1980 e trabalhou por 26 anos na empresa, chegando à chefia da divisão de gás natural. Em 2003, durante o primeiro mandato presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva, Landim foi indicado pelo governo como presidente-executivo da subsidiária da rede de postos Petrobras, a maior empresa varejista de combustíveis da América Latina. Ele dirigiu a empresa de combustível até 2006.

READ  Os desfiles anuais de carnaval no Brasil estão sendo adiados devido à disseminação da variante Omigron

Landim atualmente dirige um time de futebol no Brasil como seu presidente.

Sua confirmação como presidente é esperada, já que o governo controla o conselho com a maioria das ações com direito a voto.

Se confirmado, Landim voltará a se juntar à Petrobras com o desafio de equilibrar uma política de preços de combustíveis que agrade tanto aos investidores quanto ao governo antes das eleições presidenciais de outubro.

Na quinta-feira, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro disse que a Petrobras poderia reduzir seu lucro para evitar que os preços dos combustíveis subissem. consulte Mais informação

Em um discurso semanal nas redes sociais, Bolsonaro disse estar certo de que a Petrobras faria o que for necessário para proteger os consumidores de sofrerem aumentos acentuados de preços.

Os comentários de Bolsonaro vêm depois que a Petrobras em 2021 quebrou seu recorde histórico de lucro anual e pagamentos de dividendos, graças aos preços altíssimos do Brent. As observações podem gerar temores entre os investidores de que ele possa tentar figurar nas políticas de fixação de preços da empresa.

A política da Petrobras de buscar a paridade entre os preços dos combustíveis domésticos e os mercados internacionais irritou muitos brasileiros com o aumento do custo do petróleo Brent. Um crescente coro de políticos disse que a Petrobras deveria ajudar a arcar com o fardo.

Na quarta-feira, o presidente-executivo Joaquim Silva e Luna disseram à Reuters que a Petrobras ainda não havia tomado uma decisão sobre os reajustes dos preços dos combustíveis.

O governo também indicou outros sete nomes para o conselho. São eles o presidente-executivo da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, que terá seu mandato renovado no conselho, Carlos Eduardo Lessa Brando, Luiz Henrique Caroli, Márcio Andrade Weber, Murilo Marroquim de Souza, Ruy Flaks Schneider e Sonia Julia Sulzbeck Villalobos.

Reportagem de Sabrina Valle; Reportagem adicional de Peter Frontini; Edição por Franklin Paul e Christopher Cushing

Nossos padrões: Os Princípios de Confiança da Thomson Reuters.