Televisão

Caso de assédio sexual tem desfecho na Record TV

Jornalista recebeu imagens das partes íntimas de um editor do SP Record
Record TV
Jornalismo da Record é alvo de caso de assédio sexual (Foto: Divulgação/ Record TV)

Na semana passada, uma jornalista do R7, portal da Record TV, denunciou um editor do SP Record por assédio sexual. A funcionária da casa recebeu uma foto das partes íntimas do homem, através de um aplicativo de mensagens.

A jornalista procurou a alta cúpula do canal, que levou o caso para a direção de jornalismo. O caso foi apurado e após uma longa conversa entre as parte, foi concluído que o caso se tratou de um engano. O editor alegou que enviou a imagem para a pessoa errada e pediu desculpas pelo equívoco.

Em nota enviada à imprensa, a Record informa que afastou o colaborar de suas atividades por três dias. Sobre a jornalista, o pedido desculpas foi aceito e o caso encerrado.