Maio 22, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Bolsonaro enfrenta obstrução política em investigação no Brasil

Bolsonaro enfrenta obstrução política em investigação no Brasil

O ex-presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro pode perder oito anos no cargo quando o tribunal eleitoral do Brasil iniciar sua decisão na quinta-feira sobre acusações decorrentes de alegações infundadas de manipulação do sistema de votação.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está investigando o ex-presidente por acusações de abuso de poder e uso indevido da mídia estatal ao convocar diplomatas estrangeiros em julho de 2022, insistindo que as urnas eletrônicas do Brasil eram suscetíveis a fraudes em larga escala. .

Armado com uma apresentação em PowerPoint, mas sem evidências concretas, Bolsonaro passou quase uma hora apresentando seu caso aos diplomatas reunidos no briefing do palácio presidencial, que foi transmitido ao vivo pela televisão pública.

Os promotores dizem que o evento violou a lei eleitoral e ocorreu em meio à campanha polarizadora de Bolsonaro para as eleições brasileiras de outubro de 2022, que ele perdeu para seu arquirrival de esquerda, o atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Insiders dizem que Bolsonaro quase certamente será punido nas próximas eleições presidenciais em 2026.

Anúncio – Role para continuar

O ex-capitão do Exército, de 68 anos, reiterou na quarta-feira que não fez nada de errado.

“Não houve críticas ou ataques ao processo eleitoral”, disse ele a repórteres na reunião.

“Simplesmente expliquei como funcionam as eleições no Brasil.”

Anúncio – Role para continuar

Mas ele parecia resignado com seu destino.

“Sabemos que os sintomas não são bons, mas estou calmo”, disse ele no domingo.

“Não vamos entrar em pânico com o resultado… queremos nos manter vivos e continuar a contribuir com o país.”

Anúncio – Role para continuar

Bolsonaro não deve comparecer à audiência das 9h (12h GMT) em Brasília.

READ  Imagem de satélite mostra número de mortos perto de 100 nas enchentes no Brasil

Ele seguirá o exemplo de Porto Alegre, onde realizará reuniões políticas, disse sua assessoria de imprensa à AFP.

Fontes disseram que os sete juízes do TSE provavelmente não terminarão de ler seus veredictos na quinta-feira. Mais audiências estão marcadas para 27 e 29 de junho, se necessário – e o caso pode ser estendido ainda mais.

Anúncio – Role para continuar

Bolsonaro, que ficou atrás de Lula na corrida de 2022, disse em reunião com diplomatas que queria “corrigir as falhas” no sistema de votação eletrônica que o Brasil usa desde 1996 para garantir a “transparência” das eleições.

“Ainda temos tempo para resolver o problema com a ajuda das Forças Armadas”, afirmou.

Essas denúncias voltaram à tona no dia 8 de janeiro, uma semana após a posse de Lula, quando seus partidários na presidência, no STF e no Congresso chamaram as eleições de fraudadas e pediram a intervenção dos militares.

Anúncio – Role para continuar

As alegações infundadas de Bolsonaro sobre fraude eleitoral e um ataque à capital atraíram comparações generalizadas com seu modelo político Donald Trump e sua tentativa de se manter no poder após sua derrota nas eleições presidenciais de 2020 nos EUA.

Bolsonaro, que passou três meses no estado americano da Flórida após sua derrota eleitoral, fez poucas aparições públicas desde que voltou ao Brasil em março para servir como líder honorário de seu Partido Liberal (PL).

Mas ele continua sendo uma força poderosa na política brasileira, onde os partidos conservadores detêm uma forte maioria no Congresso.

Bolsonaro “tem uma base enorme que é muito afetada por ele”, disse Marco Antonio Teixeira, cientista político da Fundação Getlio Vargas.

READ  Milhares manifestam-se por Lula da Silva

Mesmo se condenado, “ele operará nos bastidores, usando seu poder e influência para ganhar votos para ajudar outros candidatos”, afirmou.

Mas Bolsonaro enfrenta outros problemas legais, desde cinco audiências na Suprema Corte que podem mandá-lo para a prisão – incluindo os ataques de 8 de janeiro – a investigações policiais sobre alegações de certificados falsos de vacinação contra a Covid-19 e joias com diamantes. País da Arábia Saudita.

msi/jhb/sw