Maio 20, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

A previsão de déficit primário do governo brasileiro para 2023 piorou, aproximando-se da meta fiscal

A previsão de déficit primário do governo brasileiro para 2023 piorou, aproximando-se da meta fiscal

Um homem posa para uma foto na Avenida Paulista, no centro financeiro de São Paulo, Brasil, 8 de dezembro de 2016. REUTERS/Nacho Doce/Foto de arquivo Obtenha direitos de licenciamento

BRASÍLIA, 22 de novembro (Reuters) – As previsões do governo para as contas públicas do Brasil em 2023 pioraram significativamente, com o déficit antes dos custos de juros agora próximo da meta fiscal anual, indicou seu último relatório bimestral de receitas e despesas.

O défice primário projectado para o ano aumentou para 203,4 mil milhões de rai (41,46 mil milhões de dólares) de uma estimativa de 141,4 mil milhões de rai em Setembro, dado o método de cálculo utilizado para verificar o cumprimento da meta fiscal anual do banco central. .

A estimativa atualizada preparada pelos ministérios do Plano e das Finanças fixa o défice de 2023 num nível igual a 1,9% do produto interno bruto (PIB), acima do défice de 1,3% registado em setembro e muito próximo da meta de 2,0%. O orçamento é definido por lei.

O agravamento da situação acompanha uma redução de 22,2 bilhões de reais nas receitas projetadas para o ano e um aumento nas despesas de 21,9 bilhões de reais.

Ao contrário do mecanismo do Tesouro, o banco central não permite o acréscimo de 26 bilhões de reais de um fundo intocado destinado a trabalhadores que ganham até dois salários mínimos, conhecido como PIS/PASEP.

O valor fez com que o resultado primário do governo central, calculado pelo Tesouro, apresentasse superávit em setembro, enquanto o Banco Central reportava déficit no mesmo período.

O secretário do Tesouro, Rogério Cerrone, enfatizou que o seu departamento discorda da abordagem do banco central, dizendo que com base na interpretação do Tesouro, o défice primário projetado para 2023 aumentaria por uma pequena margem, atingindo 1,7% do PIB, afirma o relatório. .

READ  Brasil aprova a tão esperada reforma tributária

As novas regras fiscais introduzidas pela administração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva visam atingir um défice primário igual a 0,5% do PIB este ano. No entanto, os membros do comité económico do governo há muito que ponderam sobre a possibilidade de um défice de 1% do PIB, uma meta que parece agora cada vez mais desafiadora.

Segundo Cerrone, de acordo com os benchmarks do Tesouro, o défice primário do governo central para este ano deverá ser de 1,3% do PIB, beneficiando do atraso na mobilização de recursos, que embora os ministérios estejam tradicionalmente autorizados a gastar, será causado por problemas burocráticos . , não o faça de forma eficaz.

O secretário disse ainda que o governo está em discussão com o Banco Central sobre a possibilidade de apresentação de um projeto de lei definindo a forma de cálculo do resultado primário. Ele disse que a prática atual do banco central “não é uma abordagem muito moderna”.

($ 1 = 4,9059 arroz)

Reportagem de Marcela Ayers; Edição de Angus MacSwan e Richard Chang

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

Obtenha direitos de licenciamentoAbre uma nova aba