Maio 20, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

O Brasil, o principal estado agrícola, poderá ver sua produção de soja cair 15% em meio a chuvas persistentes

O Brasil, o principal estado agrícola, poderá ver sua produção de soja cair 15% em meio a chuvas persistentes

Por Ana Mano e Roberto Zamora

SÃO PAULO (Reuters) – As perspectivas para a produção de soja em um dos maiores estados agrícolas do Brasil estão se deteriorando rapidamente no Rio Grande do Sul devido às fortes chuvas que atrapalharam as colheitas em um quarto dos campos.

A situação atenuou o sentimento entre os agricultores no sul do Brasil, onde a produção de soja atingiu um ponto na temporada 2023/24, e a seca na região deverá reduzir a produção por pelo menos dois anos.

Leandro da Silva, que gerencia a divisão de grãos da cooperativa agrícola Cotrisal, no município de Sarandi, disse que o impacto das chuvas de sexta-feira, que inundaram cidades inteiras e inundaram campos de grãos em áreas baixas, pode reduzir a produção no Rio Grande do Sul. . 19 milhões de toneladas métricas e até 20 milhões de toneladas métricas.

A produtora nacional Conab estimou a produção de soja do Rio Grande do Sul em 21,89 milhões de toneladas e a estatal Emator em 22,25 milhões.

A Emator não alterou as previsões em relatório semanal divulgado quinta-feira, mas citou as chuvas como atrapalhando a colheita da soja, que atingiu 76% da área plantada. A CONAP revisará suas previsões nacionais de grãos no dia 14 de maio.

Adelson Gasparin, veterano corretor da cidade de Passo Fundo, onde operam diversas cooperativas agrícolas, estimou que as chuvas poderiam destruir a lavoura e custar à safra de soja do Rio Grande do Sul 2,8 milhões de toneladas.

Embora até 90% da soja do estado seja colhida no norte do estado, os 40% restantes são colhidos no sul.

Luis Roque, analista da consultoria Safras & Mercado, disse que é cedo para prever a extensão exata das perdas, mas vê de quatro a cinco milhões de toneladas da produção de soja do Rio Grande do Sul “em risco”.

READ  O presidente brasileiro Lula da Silva pediu a liberdade de Julian Assange

As fortes chuvas que continuaram durante o fim de semana mataram pelo menos 31 pessoas, deixaram dezenas de desaparecidos e destruíram a logística e a infraestrutura energética.

(Reportagem de Ana Mano e Roberto Zamora; edição de Frances Kerry)