Setembro 26, 2021

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Brasil, Emirados Árabes Unidos, Albânia, Gana e Gabão ONU Ganhou assentos no conselho

Os cinco novos conselheiros iniciarão seus mandatos em 1º de janeiro, substituindo os cinco países que terminam em 31 de dezembro – Estônia, Níger, São Vicente e Granadinas, Tunísia e Vietnã.

Eles se juntarão aos cinco membros permanentes do Conselho – Estados Unidos, Rússia, China, Reino Unido e França – e cinco países eleitos no ano passado: Índia, Irlanda, Quênia, México e Noruega.

A ministra das Relações Exteriores da Albânia, Olta Shakka, tuitou que sua eleição foi “uma oportunidade histórica” ​​e que seu embaixador da ONU, Pesiana Gadare, tuitou: “Obrigado a todos os países que nos entregaram essa grande responsabilidade.

Sheikh Abdullah bin Saeed Al Nahyan, Ministro das Relações Exteriores dos Emirados Árabes Unidos, serviu no Conselho apenas uma vez antes, de 1986-1987. Ele se comprometeu a apoiar a Carta e contribuir para a paz e segurança. . “

Lana Nuseibe, a embaixadora da ONU nos Emirados Árabes Unidos, disse que a chave para superar as divisões era “progredir nos desafios mais importantes do nosso tempo – desde criar regressão até enfrentar a crise de saúde global e epidemias, usando o potencial de inovação Para fazer paz.”

O Itamaraty convocou a votação de “reconhecimento da contribuição histórica do Brasil para a paz e segurança internacional” e disse que o país sul-americano trabalhará para promover a resolução pacífica de controvérsias, fortalecer as missões de paz da ONU e salvaguardar o papel fundamental da ONU.

Antes do COVID-19, os países que competiam por assentos no Conselho de Segurança frequentemente convidavam embaixadores a seus países para visitas extravagantes, recepções com jantares e entretenimento, e enviavam altos funcionários do governo de todo o mundo para votar. Mas a epidemia reduziu tudo desde março de 2020.

No ano passado, as eleições para novos membros do conselho foram realizadas sob procedimentos de votação dramaticamente diferentes devido à epidemia de COVID-19.

READ  A polícia descobriu fósseis de répteis voadores excepcionais do Brasil

UN Em vez de reunir os embaixadores dos 193 Estados membros para a eleição na Câmara da Assembleia Geral, um novo procedimento foi seguido. Alguns embaixadores compareciam à assembléia em intervalos para evitar uma grande multidão e garantir distância social, e depositavam votos em uma grande caixa não apenas para os novos membros do Conselho de Segurança, mas também para outros cargos.

Nos últimos meses, o Legislativo vem se reunindo cara a cara, permitindo apenas dois diplomatas de cada país. Então, na sexta-feira, os embaixadores puderam colocar seus votos um a um em uma grande caixa.

Os 10 assentos não permanentes no conselho são atribuídos a comitês regionais, que geralmente selecionam candidatos, mas às vezes não conseguem chegar a um acordo sobre uma chapa não competitiva.

Mesmo que um país concorra sem oposição, ele deve receber dois terços dos votos dos Estados membros que votaram para obter uma cadeira na Assembleia.

Na votação de sexta-feira, Gana recebeu 185 votos, Gabão 183 votos, Brasil 181 votos, Emirados Árabes Unidos 179 votos e Albânia 175 votos.