Maio 19, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Mercúrio encontrado em amostras de cabelo Yanomami – MercoPress

Mercúrio encontrado em amostras de cabelo Yanomami – MercoPress

Brasil: Mercúrio detectado em amostras de cabelo do povo Yanomami

Sábado, 6 de abril de 2024 – 11h16 UTC


A mineração ilegal tem sido associada a problemas de saúde entre o povo Yanomami

A Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), sediada no Rio de Janeiro, conduziu uma série de testes entre a tribo Yanomami no estado de Roraima, norte do Brasil, que descobriu que 84% das amostras de cabelo retiradas deles em outubro de 2022 continham mercúrio. O Brasil anunciou esta semana. Estas descobertas estão relacionadas com a mineração ilegal de ouro na área.

“Existem metais importantes para o organismo, como o zinco, o ferro e o selênio, que estão envolvidos no metabolismo humano. Por exemplo, o ferro é importante para a formação da hemoglobina. poluente químico. Desde a década de 1950, a ciência mostra evidências de seus efeitos nocivos à saúde. está se acumulando”, disse Paulo Pasta, pesquisador da Fiocruz.

O estudo “Impacto do mercúrio nas áreas protegidas e nas populações florestais da Amazônia: uma abordagem integrada saúde-ambiental” foi apoiado pela organização não governamental Instituto Socioambiental (ISA) e contou com a colaboração de dois departamentos da Fiocruz: Escola Nacional de Pesquisa Sergio Arouca Saúde Pública e Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio. As aldeias incluídas no estudo estão localizadas na bacia do alto rio Mugajai e abrigam os Yanomamis do subgrupo Ninam.

Foram examinadas 287 amostras de cabelo de indivíduos de diversas idades, incluindo crianças e idosos. Destes, 84% tinham níveis de mercúrio acima de 2,0 microgramas por grama de cabelo (µg/g). Para essa faixa etária é obrigatória a notificação no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Esse sistema produz estatísticas oficiais que orientam as ações a serem tomadas na rede pública de saúde do Brasil, o SUS.

READ  Índia e Brasil colaboram para promover bioenergia e biocombustíveis, notícias de automóveis, ET Auto

Em 10,8% das análises, os níveis ultrapassaram 6,0 µg/g, o que sublinha a necessidade de prestar especial atenção a este segmento da população. Níveis mais elevados de exposição foram encontrados em indígenas que vivem em aldeias próximas a garimpos ilegais, destacou também a Agência Brasil.

A terra indígena Yanomami abrange mais de 9 milhões de hectares, estendendo-se pelos estados de Roraima e Amazonas e constituindo a maior reserva indígena do Brasil. De acordo com os dados do censo de 2022 publicados pelo IBGE, agência de estatísticas do governo brasileiro, a região abriga mais de 27 mil tribos.

A mineração ilegal assola a área há décadas. Mercúrio é usado para extrair ouro de sedimentos. Devido à sua natureza secreta, as precauções ambientais são frequentemente ignoradas. Isto faz com que o mercúrio seja despejado nos rios e depois entre na cadeia alimentar de peixes e outros animais. Esta poluição, combinada com a expansão ilegal da mineração, contribuiu para problemas de saúde entre o povo Yanomami, incluindo a desnutrição e o aumento de doenças, especialmente a malária.

(Fonte: Agência Brasil)