Maio 20, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Dunas brancas, lagoas azuis e vida selvagem rara: um guia das melhores maravilhas naturais do Brasil

Dunas brancas, lagoas azuis e vida selvagem rara: um guia das melhores maravilhas naturais do Brasil

O Brasil está repleto de parques nacionais e paisagens espetaculares que abrigam algumas das espécies mais raras e ameaçadas de extinção do mundo.

Anúncio

Um festival mundialmente famoso, praias famosas, jogadores de futebol famosos e pessoas amáveis ​​e amigáveis. Brasil’A sua reputação afirma-se com milhões de turistas que escolhem visitar o país para as férias dos seus sonhos todos os anos.

Este ano, o Brasil viu o turismo subir para níveis pré-pandemia, com muitos vindos da América Latina e da Europa, disse o chefe do Emprador – conselho de turismo do Brasil – à Euronews Travel.

A maioria das pessoas visita-o por todas as razões mencionadas acima – mas também fica deslumbrada com a beleza natural de um dos países com maior biodiversidade do mundo.

“O Brasil se anuncia por suas praias ensolaradas – ou tem, mas agora estamos focando também no turismo de natureza”, diz Freixo. “Certamente isso inclui a Amazônia e muitos dos nossos parques naturais”.

A floresta amazônica – lar de mais de três milhões de espécies – é um destino popular para os amantes da natureza. Mas há muitos lugares no Brasil que surpreendem completamente os viajantes com a arte da natureza.

Freixo diz que o país sul-americano “se concentra em elevar as comunidades locais em pequenas cidades voltadas para a cultura, que podem oferecer algo mais autêntico”. “Cada região é muito diferente”, diz Freixo. “Eu sugiro que você vá e explore.”

Aqui estão sete das melhores maravilhas naturais para ver no Brasil.

9. Zapata dos Vadeiros

Este lindo parque nacional, com lindas cachoeiras e lindos lagos, fica no estado de Goiás, no centro-oeste do Brasil. Foi reconhecido como Parque Nacional em 1961 e tornou-se Patrimônio Mundial da UNESCO em 2001.

READ  A escada suspensa do Serra Residence no Brasil incorpora corrediças laterais

Já em Zapata dos Vadeiros, o viajante deve ficar atento às formações rochosas do parque, que estão entre as mais antigas do planeta. Há também a oportunidade de ver alguns animais selvagens incríveis, incluindo veados, lobos-veados, onças, antas, tucanos e águias.

Alguns dos animais de Zapata dos Vadeiros são tão raros ou ameaçados de extinção que é um local sagrado para eles.

8. Serra Dos Órgãos

A Serra Dos Órgãos dá nome tanto a um parque nacional como à cordilheira escarpada que o rodeia, desenhada para lembrar um órgão de igreja.

Estas montanhas e suas florestas estão repletas de pássaros exóticos e flora tropical colorida, tornando a experiência de trekking em parques nacionais sempre cheia de surpresas.

Este parque está localizado no Rio de Janeiro e se você visitar o Rio, este é um lugar natural para se visitar.

7. Lençóis Maranhenses

Este parque nacional na costa nordeste do Brasil não é fácil de alcançar, mas definitivamente vale a pena o esforço. Suas vastas dunas de areia branca, contrastadas com lagoas azuis claras criadas pela chuva, proporcionam uma visão incrível e sobrenatural – e ótimas fotos.

A melhor época para visitar é em julho, quando as piscinas ficam azuis ou verdes cintilantes! – e convida você para nadar. Ande descalço, caminhe pelas dunas e tenha uma experiência inesquecível.

6. Cataratas do Iguaçu

Na fronteira entre Argentina e Brasil, as belas cachoeiras das Cataratas do Iguaçu não são tão famosas quanto as Cataratas do Niágara, mas ainda assim são deslumbrantes.

Este corpo de água em cascata está repleto de vida selvagem, incluindo espécies raras e ameaçadas de extinção. É provável que os viajantes vejam bugios, tucanos, onças e veados-pambas – além de muitos pássaros exóticos.

READ  Revista Roast Apresenta Coffee 2021 Brazil Cup Top Concurso Top Notícias Diárias de Café da Região do Serrado Minro

5. Quedas de fumaça

Cachoeira de Fumaça – ou ‘Cachoeira da Fumaça’ – é uma cachoeira de 340m no nordeste do estado da Bahia, melhor apreciada durante a estação chuvosa, quando a água cai em cascata sobre a piscina abaixo.

Anúncio

Faça uma bela caminhada até o topo das cataratas para observar a cascata de água – você pode ter uma vista incrível do topo. Ou uma caminhada de três dias, após a qual os viajantes podem nadar na piscina da cachoeira.

4. Bandhanal

O turista não pode deixar de conhecer o Pantanal, a maior área úmida do mundo.

Abrangendo mais de 200 mil metros quadrados e abrangendo o Brasil e partes do Paraguai e da Bolívia, o Pantanal abriga algumas das espécies mais curiosas do nosso planeta. Estes incluem capivaras, onças, jacarés, araras, bugios, tamanduás-bandeira e ariranhas.

Embora a Amazônia receba muita atenção, o Pantanal é um dos lugares com maior biodiversidade do nosso planeta e precisa desesperadamente de todo o apoio e proteção que puder obter. Menos de 2% das zonas úmidas são protegidas pelo governo federal.

3. O poço encantado

Poço Encantado – que significa ‘poço encantado’ – é uma caverna aquática no Parque Nacional Zapata Diamantina de Andarai.

Anúncio

Quando a luz solar atinge diretamente a água, torna-se uma visão mágica, fazendo brilhar as profundas formações rochosas subaquáticas. Aqueles que fotografarem a vista perfeita da misteriosa luz azul da caverna terão que esperar pelo momento certo.

2. Poço Azul

O Bozo Azul, próximo à pequena cidade de Riacho, no nordeste do Brasil, é semelhante ao Bozo Encantado – uma caverna espetacular com água azul intensa escondida na paisagem árida da Bahia.

READ  Izabel Goulart em Maiô está "No Set in Brazil" - Celebwell

Comparado ao Poço Encantado, o Poço Azul permite nadar e flutuar nas suas águas límpidas e azuis, contemplando a sua magnífica gruta.

1. Confluência de águas

Encontro das Águas – que significa ‘encontro das águas’ – é um destino bem conhecido em Manas, capital do estado do Amazonas, e é realmente um espetáculo para ser visto.

Ao longo de 6 quilômetros, dois rios – o Rio Negro e o Rio Solimos – correm lado a lado sem se misturar, criando dois riachos paralelos de águas pretas e mais claras, de cor areia.

Anúncio

Os rios correm em velocidades e temperaturas diferentes – mas não se misturam até a linha. Um cruzeiro de um dia no Rio Negro leva os viajantes ao ponto de encontro e proporciona uma visão privilegiada deste evento espetacular.

Qual a melhor forma de viajar pelo Brasil?

O turista deve estar ciente de que o Brasil é um país vasto – o quinto maior do mundo – e para descobrir todas as suas maravilhas é preciso viajar um pouco pelas suas fronteiras.

Viagens lentas e sustentáveis ​​são a melhor forma de atingir estes objetivos – garantindo que o impacto dos visitantes no ambiente local seja mínimo.

De acordo com Freixo, o turismo na verdade ajuda a financiar algumas das campanhas de sustentabilidade e renaturalização do Brasil; Os visitantes da reserva ajudam a financiar os programas de defesa do país.

Embora voar pelo país seja a maneira mais rápida de chegar a destinos separados por centenas de quilômetros, opte pelo ônibus ou trem para reduzir sua pegada de carbono.