Maio 24, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Ativista negra Bernadette Pacifico assassinada no Brasil: People Dispatch

Ativista negra Bernadette Pacifico assassinada no Brasil: People Dispatch

Mãe Bernadete, como é conhecida no Brasil, lutou durante seis anos para exigir a punição dos responsáveis ​​pela morte de seu filho Pinho do Quilombo. Foto de : – Konak

A inscrição no Programa de Proteção aos Defensores dos Direitos Humanos (PDDH) do Brasil não está barrada Maria Bernadete Pacífico Matou-a em 17 de agosto quintal (Sítio de ritual religioso do Condomble) Simos Filho, na Bahia, diante dos três netos. Houve falhas no plano para garantir a segurança do dia a dia de Bernadette e o governo federal não deu forte apoio à líder quilombola para proteger sua vida.

Por causa das ameaças a Bernadette, seus advogados exigiram a instalação de um sistema de vigilância de imagens a partir de 2027. O sistema de vigilância foi instalado em 2019 e conta com sete câmeras, mas quatro estavam quebradas. Em julho deste ano, em reunião com Rosa Weber, uma das ministras do Supremo Tribunal Federal do Brasil, Quilombola O presidente falou sobre o sistema de monitoramento.

“É assim que vivo hoje. Eu não posso ir embora. Sou procurado e minha casa está cheia de câmeras. Me sinto mal, mas é assim”, explicou Bernadette a Weber. Durante isso, informou ao ministro que havia recebido ameaças de morte.

De acordo com relatos de MarromParentes e amigos de Bernadette foram ameaçados por madeireiros ilegais na região de Simos Bilhos, no interior. Quilombo (Assentamentos brasileiros fundados por afrodescendentes e/ou ex-escravos). Embora ainda não seja reconhecida pelo governo, é uma área de preservação ambiental.

Outra falha do espetáculo, destacada por conhecidos de Bernadette, é a presença policial. Apenas uma viatura policial vai à sede da associação pela manhã e à tarde, liderada por Bernard. A polícia verificou o local, viu que tudo estava em ordem e deixou o local. “Que tipo de segurança é essa?” perguntou David Menezes, advogado da família, em entrevista a um site de notícias brasileiro G1.

Em uma entrevista Brasil de fatoO filho de Bernadette, Jurandir Pacifico, capturou as imagens em uma câmera colocada dentro da câmera quintal Foi entregue à polícia. Os investigadores ainda não identificaram os assassinos.

READ  Cruzeiro retorna ao Brasil após pausa da Omicron

“Eu assumo a responsabilidade”

No dia 18 de agosto, o Ministro dos Direitos Humanos e Cidadania do Brasil, Silvio Almeida, lamentou a morte de Bernadette Pacífico. “Não queremos mártires. Queremos que os defensores dos direitos humanos se juntem a nós nesta caminhada rumo a uma sociedade justa. O dever do governo agora num governo de esquerda é melhorar os mecanismos para proteger os defensores dos direitos humanos”, disse o ministro num jantar organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MSD) no dia 18 de agosto.

“É responsabilidade do Estado. Falo na qualidade de Ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania. Assumo a responsabilidade em nome do Governo do Brasil. Não podemos aceitar tal absurdo que aconteceu com Bernadette. Não podemos aceitar essas falhas no estado do Brasil, digo isso como ministro.

O ministro observou ainda que existem “problemas” estruturais que impedem a plena proteção dos defensores dos direitos humanos no Brasil. Nesse sentido, disse ele, o povo do Brasil deve se organizar para mudar a sociedade.

“Vivemos num país que odeia os defensores dos direitos humanos. É por isso que mesmo que o governo queira proteger os direitos humanos, os problemas continuam. Uma população moribunda não depende apenas da boa vontade. Se as pessoas não estiverem organizadas, não conseguiremos nada. O papel de um governo popular, de um governo de esquerda, é apoiar a organização popular. “A sociedade não pode mudar sem uma interação significativa com as pessoas”, disse ele.