Maio 21, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Nazaré Big Wave Challenge: Brasil domina com ondas que chegam a quase 12 metros

Nazaré Big Wave Challenge: Brasil domina com ondas que chegam a quase 12 metros

Miguel Rioba/AFP/Getty Images

O surfista brasileiro Lucas Cianca pega onda durante o Nasare Big Wave Challenge na segunda-feira.



CNN

Os surfistas brasileiros Lucas Cianca e Maya Kabira dominaram NazaréO Big Wave Challenge de segunda-feira apresenta ondas de 30 a 40 pés ao longo da famosa costa portuguesa.

À medida que as marés subiam com o passar do dia, impulsionadas pelas tempestades que atingiram a Europa Ocidental esta semana, nada impediu Cyanka de continuar a ganhar o título na prova masculina.

Ele então continuou sua sequência impressionante ao vencer a competição por equipes do evento ao lado do compatriota Pedro Scooby.

“É um sonho para mim, nunca esperei vencer aqui tantas vezes”, disse Cyanka Liga Mundial de Surf (WSL).

“Esse lugar é mágico, o Nazaré me deu tudo na vida. Essa vitória foi provavelmente a mais especial para mim porque éramos um time 100% brasileiro.

“Quando comecei a surfar ondas grandes, foi ótimo ter o Scooby comigo, um dos caras que me incentivou, me ajudou e me incentivou. Estou muito feliz em retribuir um pouco com nosso desempenho hoje.

Hugo Silva/Red Bull Content Pool/AP

Cianca e Pedro Scooby comemoram no palco após vencerem a prova por equipes na segunda-feira.

Na competição feminina, Kabira venceu ainda mais pelo Brasil.

O brasileiro manteve a calma depois de ter sido eliminado um dia antes e garantiu uma vitória “recompensadora”.

“Estou lesionado há o que parece uma eternidade, então foi ótimo voltar a competir e conseguir uma vitória foi uma ótima maneira de voltar”, disse Gabeira, segundo a WSL.

“Hoje foi um dia muito difícil para o surf e principalmente para o rail surf. É difícil fazer isso sob pressão de tempo, geralmente no free surf você pode relaxar quando está cansado, aqui você tem que ir e tende a correr mais riscos do que deveria. É muito difícil, mas no final é muito gratificante.

READ  Do Brasil x Argentina à Juventus x Inter de Milão - Bremer e Lautaro Martinez se enfrentam novamente

A Europa viu condições meteorológicas extremas esta semana Tempestade Isha Causou estragos nos voos da Europa Ocidental, com dezenas de cancelamentos, desvios e partidas.

Embora sejam más notícias para alguns, podem ser boas notícias para os surfistas na segunda-feira, proporcionando uma competição emocionante para os espectadores que se aglomeram em Nazaré.

Armando Franca/AP

Maya Kabira pega onda durante o Nazareth Big Wave Challenge na segunda-feira.

Embora as ondas sejam grandes, elas tendem a ser muito grandes ao longo da costa.

A Nazaré é um famoso local de caça para surfistas de ondas grandes, com tempestades que criam enormes ondas no Oceano Atlântico – ondas ampliadas por um desfiladeiro subaquático de cinco quilómetros de profundidade, segundo a Reuters.

Em 2017, o surfista brasileiro Rodrigo Coxa desaba Depois de surfar uma onda de 24,38 metros de altura numa vila piscatória portuguesa, ele estabeleceu o então recorde mundial para a maior onda.

O feito de Koxa quebrou o recorde de 78 pés (23,77 metros) estabelecido pelo americano Garrett McNamara em Nazaré em 2011.

Em 2020, Sebastian Steitner Novamente quebrando o recorde mundialSurfar uma onda de 26,21 metros de altura, o equivalente a um prédio de oito andares.

Embora o litoral seja considerado um paraíso para os surfistas de ondas grandes, pode ser extremamente perigoso. Muitos surfistas ficaram feridos e morreram enfrentando as ondas infames.

No ano passado, por exemplo, o veterano surfista brasileiro Márcio Freire Morreu enquanto praticava surf em ondas gigantes.