Maio 22, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Ex-presidente do Brasil Color foi condenado a 9 anos de prisão

Ex-presidente do Brasil Color foi condenado a 9 anos de prisão

O Supremo Tribunal do Brasil condenou na quarta-feira o ex-presidente Fernando Caller de Mello a oito anos e 10 meses de prisão, parte das consequências do escândalo da “lava-jato” no país.

Enquanto senador de 2010 a 2014, o Tribunal Superior condenou Kallar por aceitar propina de R$ 20 milhões (US$ 4 milhões) para fechar contratos para uma construtora com uma subsidiária da estatal petrolífera Petrobras.

Cor…

O Supremo Tribunal do Brasil condenou na quarta-feira o ex-presidente Fernando Caller de Mello a oito anos e 10 meses de prisão, parte das consequências do escândalo da “lava-jato” no país.

Enquanto senador de 2010 a 2014, o Tribunal Superior condenou Kallar por aceitar propina de R$ 20 milhões (US$ 4 milhões) para fechar contratos para uma construtora com uma subsidiária da estatal petrolífera Petrobras.

Color, de 73 anos, que comandou o Brasil de 1990 a 1992, já era uma figura manchada na política brasileira: primeiro presidente eleito democraticamente desde a ditadura militar de 1964-1985, ele renunciou à presidência para evitar o impeachment.

Os juízes da Suprema Corte o condenaram na quinta-feira passada em um veredicto de oito a dois no caso da Petrobras.

Edson Fauchin, o principal juiz do caso, recomendou uma sentença de 33 anos.

Anúncio – Role para continuar

Endereço postal/e-mail/caw

READ  O procurador-geral do Brasil ficou do lado da Apple na longa disputa sobre a marca 'iPhone'