Maio 22, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Carlo Ancelotti explicou uma situação estranha com Real Madrid e Brasil

Carlo Ancelotti explicou uma situação estranha com Real Madrid e Brasil

Está claro há algum tempo que o Brasil gostaria de substituir o técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, como técnico.

Nos últimos meses, houve comentários públicos do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ednaldo Rodriguez, e dos jogadores da seleção e do Real Madrid, Rodrigo e Vinicius Jr.

Então, no início deste mês, Rodriguez confirmou que Ancelotti seria nomeado antes da Copa América do ano que vem, quando anunciou que o técnico do Fluminense, Fernando Diniz, havia recebido uma oferta de um ano para liderar o Brasil.

“Não chamamos (Diniz) o técnico interino da seleção”, disse à TV Globo. “Ele virá e fará uma mudança no Brasil para Ancelotti.”

Atlético A busca do Brasil por Ancelotti foi amplamente divulgada, incluindo o papel dos ex-jogadores do Real e da Seleção, Ronaldo e Kaká, na tentativa de convencer o italiano a ingressar. Ele tem sido sua escolha número 1 atrás de Tite, mas Ancelotti não confirmou quais são seus planos depois que seu contrato com o Real Madrid expirar no próximo verão. Enquanto isso, após a chegada de talentos como Jude Bellingham, Arda Guler e Fran Garcia, o técnico do Real foi encarregado de fazer a transição para um elenco muito mais jovem.

Vá mais fundo

Como Ronaldo e Kaká estão ajudando o Brasil de Carlo Ancelotti a continuar

Então o que está acontecendo? Permita-me explicar desde o início…


Em fevereiro, veículos brasileiros noticiaram que a CBF havia chegado a um acordo verbal com Ancelotti como seu próximo técnico. O Real Madrid estava competindo na Copa do Mundo de Clubes no Marrocos na época, e Ancelotti deu uma resposta firme quando questionado sobre as reivindicações em entrevista coletiva.

“Brasil? Não ouvi nada”, disse o homem de 64 anos. “Minha situação é que tenho contrato até 2024.”

READ  ENGIE: Fortalece operação de transmissão de energia ao conquistar nova concessão no Brasil...

Mesmo assim, o Brasil continuou pressionando pelo técnico tetracampeão da Liga dos Campeões (que também conquistou a Copa da Europa duas vezes como jogador). No final de março, Rodriguez tornou públicas as intenções do Brasil pela primeira vez, quando fizeram questão de contratá-lo. “Vamos ver se podemos fazer isso”, disse ele à agência de notícias Reuters.

Tudo parecia se encaixar para o brasileiro, já que o Real Madrid tropeçou em alguns resultados ruins na La Liga, o que parecia enfraquecer a posição de Ancelotti. Mas as excelentes atuações no Barcelona nas semifinais da Liga dos Campeões e da Copa del Rey, contra Liverpool e Chelsea, dissiparam as dúvidas sobre o futuro do italiano.

(Foto de Ryan Pearce – UEFA/UEFA via Getty Images)

Embora Ancelotti nunca tenha descartado o interesse do Brasil – ele ainda fez uma referência velada a Rodriguez, dizendo em entrevista coletiva: “Não conheço o presidente da federação brasileira, se ele quiser falar comigo gostaria de parabenizá-lo” – seu principal objetivo é permanecer no Santiago Bernabéu. “Para ele, não há mais nada”, disseram fontes próximas a Ancelotti – que, como outros citados nesta matéria, pediram para permanecer anônimos para proteger sua posição. Eles acreditavam que ele ficaria o tempo que o clube quisesse.

Assim, enquanto Ancelotti terminou a temporada com a Copa do Rei como único título de sua equipe (o Madri também conquistou a Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes), o Real aposta no italiano antes de um importante verão de renovação.

Com a permanência em Madri definida como principal meta, o Brasil começou a buscar maneiras de trazê-lo – mesmo que isso significasse esperar até 2024, com Dinis assumindo o cargo interinamente.

READ  Com Lula no comando, as perspectivas econômicas do Brasil aumentam

Antes de chegar a essa conclusão, Rodriguez tentou fazer com que o Real liberasse Ancelotti de seu contrato neste verão. O presidente da CBF conversou com a Federação Espanhola de Futebol (RFEF), que tentou uma mediação entre sua entidade e o Real Madrid. “(O presidente de fato) Luis Rubiales, amigo de Florentino (Perez) (presidente da RFEF), eu disse que ele está pedindo a libertação de Ancelotti”, disse ele em entrevista coletiva no mês passado.

Segundo fontes familiarizadas com a situação, Ancelotti nunca perguntou se o Real poderia sair. Ele começou a planejar sua última campanha sob contrato no final da temporada passada, reunindo-se com Perez e o presidente-executivo do Real Madrid, José Angel Sanchez – para olhar para o futuro até pelo menos 2024.

Vá mais fundo

Semana crucial para o Real Madrid e muito se fala sobre o futuro de Ancelotti

Mas as coisas mudaram e a ideia de Ancelotti de se aposentar em Madri desapareceu, segundo fontes próximas a ele. Eles dizem que ele pode ver sua carreira gloriosa no Brasil, mas ele não descarta renovar seu contrato no Santiago Bernabéu se a temporada correr bem.

Até agora ele não assinou nada com a CBF. O fato de ele estar sob contrato até o próximo verão não é legal, e o acampamento de Ancelotti está declarando as palavras de Rodriguez como simples intenção. Reportagens no Brasil na última temporada sugeriram que ele havia feito um acordo verbal com a CBF, mas sua comitiva negou na época.

Mesmo assim, o anúncio dessa intenção pelo chefe da CBF gerou uma situação inusitada na capital espanhola. O Real Madrid vai começar a temporada com um treinador cuja continuidade já está em causa e uma seleção que reclama a sua contratação no final da mesma época.

O presidente da CBF, Ednaldo Rodriguez, à direita, e o técnico da seleção brasileira, Fernando Diniz, à esquerda (Foto: MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images).

O Real está ciente dos problemas que Ancelotti enfrentou em sua segunda temporada no Real Madrid e enfrentará mais dificuldades na terceira. Uma eliminação precoce não pode ser descartada caso sua equipe sofra maus resultados. Mas, pelo menos por enquanto, a ideia é que o italiano fique parado – e é por isso que ele está constantemente atento às decisões de transferência do clube e à busca por jovens talentos, mesmo que nem sempre tome a decisão final.

READ  Aeroporto de Birmingham atrasado porque família perde voo para o Brasil

Isso faz dele o homem certo para liderar a onda de mudanças do Real Madrid? Bellingham (20), Guler (18) e Garcia (23) chegaram neste verão, junto com o atacante Joselu, de 33 anos, mas o planejamento do Real sempre é feito pensando no longo prazo. Baseado em um treinador específico. No entanto, Ancelotti mostrou que está comprometido com a juventude ao fazer de Vinicus Jnr, Rodrigo e Eduardo Camavinga capitães de sua equipe, e espera-se que ele possa fazer o mesmo com Bellingham, Guler e Garcia.

Tudo depende de como for a temporada. Enquanto Ancelotti continuar a produzir bons resultados, ele será apoiado por aqueles que estão acima dele. O Brasil terá que esperar por mais desenvolvimentos, pois só pode concluir um acordo por escrito com o italiano a partir de janeiro de 2024. Ainda está muito longe.

(Foto principal: Pedro Castillo/Real Madrid via Getty Images)