Maio 20, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Brasil bate recorde de mortes por dengue em um ano civil

Brasil bate recorde de mortes por dengue em um ano civil

O Brasil quebrou oficialmente na segunda-feira o recorde histórico de número de mortes por dengue em um único ano civil.

do Ministério da Saúde Painel online para monitorar emergência de dengue Até esta tarde, 1.116 mortes foram relatadas, com 1.094 mortes esperadas em 2023. Outras 1.807 mortes estão em investigação.

O Brasil registrou mais de 2,9 milhões de infecções, tornando o surto de 2024 o pior já registrado em qualquer ano civil – por uma ampla margem. De acordo com estimativas do governo, o pior cenário poderia atingir 4,2 milhões se parecesse cada vez mais próximo da ação. Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde, esse número totalizará 2023 para todos os Estados Unidos.

Em fevereiro, o Ministério da Saúde lançou uma campanha de vacinação contra a dengue, a primeira no mundo a fazê-lo. As autoridades têm lutado com o número limitado de doses vendidas pela gigante farmacêutica Takeda e com a baixa procura pela vacina. Por enquanto, a vacina é oferecida apenas a crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos, alvo fundamental do discurso antivacina da extrema direita.

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva Recebeu uma vacina contra a gripe Em cerimónia pública esta segunda-feira. A vacina contra dengue da Takeda ainda não é recomendada para maiores de 60 anos, e Lula tinha 78 anos.

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, disse numa cerimónia no palácio presidencial que antes que o Brasil pudesse produzir internamente a vacina contra a dengue da Takeda, “questões técnicas” precisavam de ser resolvidas e o país tinha lutado com um “aumento exponencial” no número de casos.