Maio 20, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Queremos ver o Brasil reconhecer o Genocídio Armênio, diz Embaixador – Rádio Pública da Armênia

Queremos ver o Brasil reconhecer o Genocídio Armênio, disse o Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da Armênia no Brasil, Armen Yeganian, em uma entrevista. Corio Brasileiros.

Segundo o diplomata, não há um único armênio no mundo que não tenha um familiar que tenha morrido ou sofrido com o Genocídio Armênio entre 1915 e 1923. Um sinal muito perigoso para outros criminosos.

“Se a comunidade internacional tivesse aprendido com o Genocídio Arménio, o Holocausto, o Genocídio do Ruanda e muitos outros crimes contra a humanidade poderiam ter sido evitados”, disse o Embaixador Yeganian.

Questionado sobre por que o Brasil não reconheceu o Genocídio Armênio, o embaixador disse que “o Senado Federal do Brasil realmente reconheceu o Genocídio Armênio em 2015 e recomendou ao Presidente que o reconhecesse também, o que apreciamos muito”.

“Muitos deputados federais brasileiros fazem declarações no Congresso todos os anos homenageando as vítimas armênias. Além disso, há muitos monumentos em São Paulo, incluindo um khachar armênio (pedra cruzada) para as 1,5 milhão de vítimas do Genocídio Armênio. , mas veremos o reconhecimento do Genocídio Armênio em todos os níveis do governo brasileiro. Adoramos isso”, observou.

Falando sobre o fracasso da Turquia em reconhecer o Genocídio Arménio, Armen Yekhanian disse: “É lamentável que um país que quer aderir à Europa e tem ambições de ser um defensor dos esforços de paz, não reconheça o Genocídio Arménio. 63 Tribunais Militares do Estado Turco Moderno.

“Ao negar o genocídio arménio, o Estado turco moderno está a enviar um sinal duvidoso à comunidade internacional sobre o seu compromisso com os direitos humanos e as liberdades globais”, disse o embaixador.