Maio 22, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Vietnã está interessado em acordo comercial com Mercosul, diz Lula

Vietnã está interessado em acordo comercial com Mercosul, diz Lula

BRASÍLIA (Reuters) – O Vietnã manifestou interesse em um acordo comercial com o bloco Mercosul formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, disse o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, nesta segunda-feira. Esses países.

Lula, hoje à frente do grupo, recebeu em Brasília o primeiro-ministro vietnamita Bam Minh Chin, dizendo que quer aproximar os membros do Mercosul dos países asiáticos e que o comércio com o Vietnã tem potencial para crescer.

Enquanto o bloco do Mercosul tenta finalizar um acordo comercial há muito aguardado com a UE, o líder esquerdista tem pressionado para que um acordo seja concluído até ao final do ano.

O Mercosul e a UE chegaram a um acordo em 2019, após duas décadas de negociações, mas este foi suspenso devido a preocupações ambientais.

Canadá, Coreia do Sul e Singapura são outros países que negociam acordos comerciais com o Mercosul. Lula já havia sugerido possíveis acordos com China, Indonésia, Vietnã e países da América Central e do Caribe.

O presidente brasileiro disse segunda-feira que pretende aprofundar a cooperação Brasil-Vietnã em áreas como agricultura, educação e defesa, acrescentando que os dois governos assinaram acordos cobrindo essas áreas durante a reunião.

Ele disse que o acordo agrícola abriria ainda mais o mercado do Vietnã aos produtos brasileiros.

Lula acrescentou que o memorando de entendimento relacionado à defesa foi um “primeiro passo” em direção a um acordo futuro que abriria a oportunidade de seu país exportar produtos de defesa para o país asiático, “incluindo aeronaves”.

READ  Alemanha financia para ajudar o Brasil a proteger a floresta amazônica

Minh Chinh visitou a sede da fabricante brasileira de aeronaves Embraer (EMBR3.SA) no estado de São Paulo no sábado.

Lula também agradeceu ao Vietnã pelo apoio à candidatura do Brasil para se tornar membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas e aceitou o convite de Minh Chin para visitar Hanói no próximo ano.

“Somos dois países do Sul Global na luta contra a paz, a diversidade, o desenvolvimento sustentável e a fome e a pobreza”, disse Lula. “Queremos mais representação na governança internacional.”

Reportagem de Lisandra Paraguassu; Edição de Steven Gratton

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

Obtenha direitos de licençaAbre uma nova aba