Maio 24, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Brasil avançou nas negociações de Itaipú com o Paraguai

Brasil avançou nas negociações de Itaipú com o Paraguai

Barragem de Edapu, na fronteira entre o Paraguai e o Brasil

O anúncio de um ministro brasileiro de que o governo havia chegado a um acordo “histórico” com o Paraguai sobre o preço da energia produzida pela usina bilateral de Itaipú provocou reações diversas do setor privado brasileiro e foi ignorado pelas autoridades em Assunção.

O Ministro de Minas e Energia do Brasil, Alexandre Silveira, disse em comunicado na terça-feira que um acordo foi alcançado após anos de negociações sobre ajustes nos preços da energia. Seu gabinete emitiu a declaração após uma reunião com o presidente paraguaio, Santiago Pena.

Silveira disse que os dois lados concordaram em aumentar o preço da energia que o Paraguai vende ao Brasil em 15,4% por quilowatt, dos atuais US$ 16,71/kW para US$ 19,28 (US$ 3,8) pelos próximos três anos. O Brasil não pagará mais custos adicionais relacionados à usina ao Paraguai a partir de 2026, disse ele.

No entanto, as autoridades paraguaias pediram cautela sobre o assunto, dizendo durante uma conferência de imprensa que ainda há alguns pontos a serem abordados. 5 dias Jornal.

Entretanto, no Brasil, as associações de consumidores criticaram o acordo, dizendo que o preço que o país paga deveria na verdade cair à medida que paga a sua dívida relacionada com Itaipú.

A Associação Brasileira de Comercializadores de Energia saudou o facto de a electricidade não utilizada de Itaipú, no Paraguai, poder ser vendida num mercado livre não regulamentado, o que poderia reduzir os custos para os distribuidores.

READ  A OzAurum Resources está preparada para começar a trabalhar no Brasil após uma colocação de US$ 2,4 milhões