Maio 22, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Apple introduz toque para pagar no iPhone no Brasil

Apple introduz toque para pagar no iPhone no Brasil

A maçã está lá declarado O Tap to Pay no iPhone foi lançado no Brasil, permitindo que vendedores independentes, pequenas empresas e grandes varejistas usem iPhones como terminais de pagamento.


Lançado em fevereiro de 2022, o recurso permite que iPhones compatíveis paguem com Apple Pay, cartões de crédito e débito sem contato e outras carteiras digitais, usando apenas o iPhone – sem necessidade de hardware adicional ou máquina de cartão de crédito.

Tap to Pay no iPhone usa tecnologia NFC para autorizar pagamentos sem contato com segurança, e o recurso também suporta entrada de PIN que inclui opções de acessibilidade.

“O Tap to Pay no iPhone tem ajudado empresas de todo o mundo – de freelancers a grandes varejistas – a oferecer novas experiências de pagamento, e estamos entusiasmados em trazer uma solução de pagamento fácil, segura e pessoal para os comerciantes brasileiros”, disse Jennifer. Bailey é vice-presidente de Apple Pay e Apple Wallet da Apple. “O Brasil é um país de grande empreendedorismo e agora as empresas têm a oportunidade de pagar com acesso em todos os lugares onde operam.”

Caminhada na nuvem Stone, junto com NuBank, SumUp e Granito, é a primeira plataforma de pagamento a oferecer tap-to-pay em um iPhone para clientes empresariais brasileiros.

Tap to Pay no iPhone requer iPhone XS ou modelos mais recentes e funciona para clientes como qualquer transação normal do Apple Pay. Os vendedores simplesmente abrem o aplicativo, registram a venda e apresentam seu iPhone ao comprador, que pode então usar o método de pagamento sem contato apropriado.

Tap to Pay no iPhone está disponível para 700.000 empresas adicionais nos EUA, e as Apple Stores nos EUA também lançaram o recurso. É o Brasil Sexta parte para oferecer suporte ao Tap to Pay, após lançamentos semelhantes no Reino Unido, Austrália, Taiwan e Holanda no início deste ano.

READ  Nestl compra tecnologia brasileira de alimentos