Julho 2, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Setor de TIC do Brasil vê crescimento em 2021, representa 6,9% do PIB

gettyimages-884687830.jpg

Erlon Silva – TRI Digital / Getty

O setor de tecnologia da informação e comunicações (TIC) registrou crescimento de dois dígitos em 2021, impulsionado pela demanda do mercado interno por hardware, software e serviços, segundo números divulgados pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom).

Em 2021, o setor brasileiro de TIC gerou receita de 597,8 bilhões de reais, alta de 18,3% em relação ao ano anterior, segundo a entidade. A associação também destacou que o setor responde por 6,9% do PIB brasileiro.

Dentro de TIC, o segmento que engloba TI, software, serviços em nuvem e terceirização de processos de negócios gerou 293 bilhões de reais (US$ 62 bilhões). Segundo a Brasscom, isso foi impulsionado principalmente pelo mercado interno, que representa 80% do faturamento total do setor. e cresceu 49,5% em 2021, totalizando 258,4 bilhões de reais.

De acordo com a entidade, o setor de hardware teve o melhor desempenho, com um aumento de 48,6% no faturamento, para R$ 125,5 bilhões. O segmento de software teve um aumento de 42,5%, para 40,6 bilhões de reais (US$ 8,7 bilhões), enquanto a nuvem teve um aumento de 36,7% nos negócios, para 22,6 bilhões de reais (US$ 4,8 bilhões). As empresas de serviços cresceram 16,5%, gerando 69,7 bilhões de reais (US$ 14,9 bilhões) em receita em 2021.

A receita do setor de telecomunicações atingiu 251,7 bilhões de reais (US$ 54 bilhões) em 2021, um aumento de 4,7% em relação ao ano anterior. Segundo a Brasscom, o segmento representa 2,9% do PIB brasileiro. Os departamentos internos de tecnologia em empresas que não são de TI, como bancos, geraram 53 bilhões de reais (US$ 11,3 bilhões) em 2021, um aumento de 6,4%.

Quando se trata de exportações, o setor brasileiro de TIC gerou 34,6 bilhões de reais (US$ 7,4 bilhões) em receitas em 2021, segundo o órgão de comércio.

No início de 2021, o analista de mercado IDC havia previsto que o mercado brasileiro de TIC cresceria 7%. Na época, a empresa disse que a pandemia de Covid-19 mudou drasticamente os planos de investimento nas organizações de usuários, e as intenções de aumentar os investimentos caíram para um recorde de baixa em maio e junho. Por outro lado, a IDC observou que os compradores ficaram muito mais confiantes sobre os investimentos em TIC no Brasil, com 50% das empresas planejando aumentar os gastos em 2021.

READ  Escolha de Bolsonaro para presidente da gigante petrolífera brasileira assume