Maio 22, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

PPSA do Brasil tem novas formas de vender gás do pré-sal

PPSA do Brasil tem novas formas de vender gás do pré-sal

A estatal brasileira Pré-Sal Petróleo (PPSA) está estudando novas formas de vender gás do pré-sal, disse Tabita Loureiro, presidente interina e diretora de tecnologia da empresa, ao BNamericas.

A empresa é responsável pela gestão dos contratos de partilha de produção do país e pela venda da produção ao governo central.

Hoje, todos os volumes de gás de propriedade do governo são vendidos à petrolífera nacional Petrobras, que possui gasodutos offshore do pré-sal e infraestrutura de processamento.

Entre as opções em estudo está um processo competitivo de compra de gás no poço ou na saída do Sistema Integrado de Escoamento de Gás Natural SIE, que prevê o compartilhamento dos gasodutos Rota 1, 2 e 3. Loureiro (foto) disse.

Loureiro assumiu a direção técnica no dia 1º de agosto, substituindo Cristian Formosinho Conte, também nomeado presidente interino.

Ele atuará como presidente interino até novo aviso após a saída de Eduardo Kerk, que é presidente do PBSA desde 2019.

Na mesma data, Evamar dos Santos assumiu a direção geral do contrato, em substituição a Osmond Coelho Jr.

Entretanto, o governo está a explorar alternativas para aumentar a oferta doméstica de gás natural através do programa Gás para empregar.

Uma das opções é trocar a produção distribuída de petróleo pelo governo por gás natural de propriedade da Petrobras ou de seus parceiros.

Segundo Maria Amélia Braga, sócia do escritório Böing Gleich Advogados, tal medida exigiria uma mudança legislativa.

“O [mines and energy ministry] “O MME está fortemente focado nas mudanças legais necessárias para viabilizar essa realocação, para viabilizar projetos como produção de fertilizantes e termelétricas”, disse ao BNamericas.

Braga, ex-assessor da PPSA, destacou que a nova gestão da empresa está por dentro da questão do gás.

READ  Ex-juiz brasileiro Moro não descarta candidatura presidencial

“A PPSA e a indústria estão tentando viabilizar a participação da PPSA nos gasodutos e nos sistemas de processamento para conseguir o melhor preço para o gás do governo”, disse.

A infra-estrutura em questão é propriedade da Petrobras e partilhada com alguns parceiros incluindo Petrogal, Repsol Sinopec e Shell.

A produção média de gás natural foi de 2,69Mm3/d (milhões de metros cúbicos por dia) em junho, um aumento de 1% em relação a maio, segundo os últimos dados da PPSA.

A produção vem de sete contratos de partilha de produção: Adapu, Búzios, Entorno de Sabinhoa, Mero, Tartaruca Verde Sudost e Sépia e Itabu.