Setembro 16, 2021

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Por que os investidores estão tão otimistas de que o maior uso de água do Brasil será privatizado

O estado de São Paulo deu um forte sinal ao mercado de que a Sebesp, maior concessionária de água do Brasil, deve progredir nos próximos trimestres.

O governador Jono Toria nomeou o legislador de nível inferior Rodrigo Maya (foto) como secretário de planos e medidas estratégicas, responsável pela coordenação da agenda de privatizações e concessões do estado.

“Maya tem todas as habilidades políticas necessárias para executar os planos de privatização do Sabespin. Ele conhece a arena política como qualquer outra pessoa, então os participantes do mercado agora estão otimistas com o progresso da privatização”, disse Jono Pedro Boskovic Cortez, consultor financeiro da empresa de infraestrutura Valya, disse ao BNamericas.

Maya é considerada como tendo grande influência em muitos partidos políticos, pois ela foi a líder de base de julho de 2016 a fevereiro deste ano.

“Um dos temas que já discuti com o governo é o processo de privatização da Sabes. Considero isso uma coisa simbólica e regulá-lo até o final da minha gestão será um sinal importante durante a minha gestão”, disse Mia em entrevista à televisão. .

Uma grande privatização

Depois de licitar com sucesso contratos de concessão de serviços de água e saneamento no estado do Rio de Janeiro, a potencial privatização sabática entrou no radar dos investidores.

O Rio trouxe 22 bilhões de passas (US $ 4 bilhões) das tarifas, mais do que o dobro dos R $ 10,6 bilhões esperados originalmente, e essas concessões vão gerar um investimento de cerca de 30 bilhões de passas nos próximos anos.

“As operações da Sabespin são muito mais organizadas do que as do Rio de Janeiro e o valor dos recursos envolvidos é muito superior ao do Rio”, disse Cortes, acrescentando que a Sabesp é uma empresa com fins lucrativos.

READ  As preocupações aumentarão com o início da temporada de incêndios florestais no Brasil

A Sabesp é considerada uma das maiores organizações de saúde do mundo em população. Fornece água para 28,6 milhões de pessoas e coleta de esgoto para 24,9 milhões. A empresa também é responsável por cerca de 30% dos investimentos em saúde básica no Brasil.

De acordo com os participantes do mercado da consultoria BNamericas, devido ao grande porte da empresa, a potencial privatização da Sebespin pode ser vista como o fornecimento de módulos separados para permitir que pequenas empresas privadas de limpeza desempenhem funções diferentes.

O setor de saúde no Brasil tem visto um aumento no interesse dos investidores, com a legislação aprovada pelo Congresso no ano passado facilitando a entrada de empresas privadas no setor por meio de incentivos oferecidos pelos governos locais.