Setembro 26, 2021

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Pela quinta vez em Pequim, Brasil dá esperança

SÃO PAULO, 2 de julho (Reuters) – Eles não têm neve, mas têm força atlética, têm sonhos, e a seleção popsult brasileira está otimista de que terão sorte pela quinta vez em sua busca pela medalha no próximo inverno Olimpíadas.

O capitão da equipe Edson Bindilati competiu nas Olimpíadas de Inverno de 2002, 2006, 2014 e 2018 e acredita que o Brasil está cada vez mais perto da glória.

“Temos atletas de alto nível no Brasil e atletas com o mesmo potencial de qualquer outra pessoa no mundo”, disse Pintilatti à Reuters. “Somos muito fortes.”

A equipe, que inclui dois ex-saltadores triplos, tem trabalhado muito para melhorar os calcanhares – push start – com a ajuda de uma ferramenta de segunda mão na beira da pista que sai de São Paulo.

Pindilatti encontra paralelos com o filme “Cool Runnings”, de 1993, sobre o time estourado da Jamaica, e seus companheiros concordam.

Um deles, Louis Henrik Gonçalves, está ansioso para se mudar para Pequim em 2022 e ansioso para ver a neve pela primeira vez.

“Ir lá (as Olimpíadas) e ver a neve e o gelo, nunca fiz isso na minha vida e também fiz parte da seleção brasileira”, disse Concalves. “Será uma grande satisfação para mim.”

Relatório de Pablo Garcia; Escrito por Andrew Downey; Edição de Jonathan Odyssey

Nossos padrões: Princípios da Fundação Thomson Reuters.

READ  Último suspiro de ouro brasileiro do boxe-Susa, vitória histórica para a Turquia