Outubro 17, 2021

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Passaporte vacinal no Brasil: onde é obrigatório?

A demanda do Rio de Janeiro, Brasil, funciona da seguinte forma: Somente as pessoas que foram vacinadas contra o Covit-19 têm permissão para acessar certas empresas depois de terem sido vacinadas.

O que é um passaporte de vacina?

Por lei, os municípios podem introduzir medidas regulatórias de acordo com suas realidades políticas. Assim, muitas cidades do Brasil possuem passaporte de vacinação.

Passaporte vacinal no Brasil está se tornando cada vez mais comum nas principais cidades do país. (Reprodução de fotos na Internet)

De acordo com a Federação Nacional dos Municípios (CNM), pelo menos 211 cadeiras já passaram pela regra. Entre as capitais brasileiras, São Paulo e Rio de Janeiro se destacam.

Sa Palo

A Prefeitura de São Paulo determinou que feiras, feiras, congressos e jogos só possam ser acessados ​​por pessoas vacinadas. A medida se aplica a eventos com mais de 500 pessoas.

Além disso, o acesso é permitido apenas para aqueles com a primeira dose da vacina. Documento obrigatório Prova digital de vacinação. O provedor é o utilitário Conte SUS ou e-Sadespi desenvolvido pela Prefeitura de São Paulo.

Por fim, quem deseja participar de eventos na cidade também pode fornecer um documento físico – por exemplo, certificado de vacinação ou cartão.

Rio de Janeiro

A certificação da vacina é exigida para despacho emitido no Rio de Janeiro no final de agosto. Muitos lugares precisam pedir isso. Por exemplo, piscinas, pontos turísticos da capital, Rio de Janeiro, museus, academias, teatros e teatros.

São aceitos: Cartão Digital de Vacinas do Connect SUSS, Guia de Vacinas ou Certificado Oficial Físico da Secretaria Municipal de Saúde do Rio (SMS).

Além disso, a cidade determina que o calendário atual seja considerado. Portanto, aqueles que são elegíveis para tomar duas doses devem provar isso.

READ  MERCADOS EMERGENTES - Alta real do Brasil após 8 dias de perdas, Latham FX desativado

Belo Horizonte

A capital mineira não deverá fazer cumprir o passaporte obrigatório de vacinação. Em entrevista coletiva no dia 23 de setembro, o secretário da Saúde, Jackson Machado Pinto, disse que, embora outras cidades próximas tenham tomado medidas semelhantes, Belo Horizonte não precisava delas.

Brasilia

A capital brasileira vem implementando a medida desde julho deste ano. Foi lá que o público pôde assistir pela primeira vez a uma partida de futebol no Brasil. No entanto, apenas aqueles com um teste de RT-PCR negativo ou imunização completa (duas doses ou uma única dose de Johnson).

O governo do distrito federal está explorando o desenvolvimento de um processador de telefone celular que funcionará como passaporte para vacinas. Portanto, integrará o site federal com outras fontes de dados.

Força

Em 10 de setembro, o governo Cheer anunciou que o passaporte da vacina Govt-19 estava em discussão. No entanto, nenhuma ação foi anunciada até agora a esse respeito. No entanto, são necessários testes ou imunização completa para viajantes.

Salvador

Pessoas em Salvador devem apresentar comprovante de vacinação. Isso pode ser feito por meio de um aplicativo desenvolvido pela Prefeitura. O uso deste site é obrigatório para o acesso a eventos, restaurantes e estabelecimentos da capital baiana.

Palmas

A partir de 20 de setembro, os Tokandins terão que apresentar comprovante de vacinação contra o Govt-19 à capital. Portanto, as pessoas devem demonstrar imunidade para acessar eventos em um ambiente público ou privado. Além disso, o limite máximo de eventos para evitar requisitos é 200.

Manas

A partir de 1º de outubro o governo deve fornecer um cartão de vacinação com a primeira dose da vacina. Além disso, uma regra semelhante se aplica em todo o estado do Amazonas.

READ  Brasil x Peru: Transmissão ao vivo da Copa América, canal de TV, como assistir online, notícias, controvérsias, hora

Porto velho

Por fim, nas capitais, a cidade de Porto Velho, em Rondônia, anunciou no início de setembro que as pessoas precisavam de passaporte. Portanto, os residentes da capital são obrigados a fornecer comprovante de vacinação Govt. Eventos com 100 ou mais pessoas também estão sujeitos a este requisito.

RECIFE

Na capital Bernambuco, a implementação ainda está em discussão. Depois de aprovada, a cidade pode entrar na lista de vagas exclusivas para quem tem imunidade. Vale ressaltar que cidades como Fernando de Noronha, que faz parte do mesmo estado, já o implantaram.

Grande falha

Prefeitura de Campo Grande discute o assunto em audiência pública. Uma proposta apresentada por vereadores visa introduzir um passaporte para os indivíduos que tomaram duas doses (ou uma única dose) amplamente divulgadas. Arte, cultura, esportes, espaços públicos ou privados serão afetados.

Porto Alegre

Os vereadores de Porto Alegre voltaram a discutir o projeto. No entanto, o conselho municipal ainda não se decidiu oficialmente sobre isso.

CURITIBA

Em Guerrero, membros da Comissão de Constituição e Judiciário da Prefeitura (CCJ) decidiram anular o Projeto de Lei do Passaporte por maioria de votos. Assim, até o momento, não houve nenhum pedido à cidade quanto à criação de um certificado de vacinação contra o governo.

FLORIANÓPOLIS

O prefeito de Florianópolis, Jean Lurero, disse que o certificado de vacinação é necessário para o acesso aos bares e eventos. No entanto, o projeto não foi anunciado oficialmente até o momento. A decisão será tomada assim que o calendário de vacinação for para todas as idades. Esse relatório gerou uma sólida demanda por imunizações por parte da população.

Outras cidades brasileiras que exigem passaporte:

Meca (RJ)

READ  Hyundai deve retomar a produção em sua fábrica no Brasil esta semana

Suzano (SP)

Ponda Crosa (PR)

Kurulhos (SP)

Cosmópolis (SP)

Porporema (SP)

Patos (PP)

Rondonópolis (MT)

Keike (RN)

Césares (MD)