Dezembro 4, 2023

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Nestlé vai em alta com acordo para fabricante brasileira de chocolates

Nestlé vai em alta com acordo para fabricante brasileira de chocolates

O logotipo da empresa é visto na fábrica da Nestlé em Konolfingen, Suíça, em 28 de setembro de 2020. REUTERS/Arnd Wiegmann/Foto de arquivo Obtenha direitos de licença

ZURIQUE (Reuters) – A Nestlé (NESN.S) está comprando uma participação majoritária na fabricante brasileira de chocolates premium Grupo CRM, informou o grupo alimentício suíço nesta quinta-feira.

O Grupo CRM opera mais de 1.000 boutiques de chocolate no Brasil sob as marcas Copenhagen e Brasil Cacao e tem uma presença online crescente, disse a Nestlé.

A Nestlé, que está comprando a participação da empresa de private equity Advent International, recusou-se a fornecer detalhes financeiros do negócio, que deverá ser concluído em 2024.

O site Brasil Journal informou na quarta-feira que a Nestlé pagaria cerca de 3 bilhões de reais (US$ 602,78 milhões), enquanto o jornal local Valor Econômico informou 4,5 bilhões de reais (US$ 904,18 milhões).

A Nestlé disse que Renata Moraes Vichi continuará liderando as operações do Grupo CRM como CEO e permanecerá como acionista minoritária.

A aquisição faz parte de uma estratégia da Nestlé, fabricante de marcas como KitKat, Aero e Smarties, para expandir sua presença no segmento de chocolates superpremium com ofertas limitadas que incluem a marca italiana Baci.

As vendas de produtos de confeitaria da Nestlé aumentaram 10,8% numa base orgânica nos primeiros seis meses de 2023, excluindo aquisições e movimentos cambiais.

A empresa aumentou a sua margem de lucro operacional subjacente em 70 pontos base, para 14,5%.

A fabricante suíça de chocolates de luxo Lindt & Spruengli (LISN.S) tem tido um bom desempenho recentemente, com um aumento de 10,1% nas vendas no primeiro semestre de 2023, enquanto o lucro operacional aumentou 38%.

“Esta aquisição expande e fortalece ainda mais nossa presença de confeitaria no Brasil, permitindo-nos entrar no segmento de alto padrão”, disse Laurent Freix, CEO da Nestlé para a América Latina.

READ  Ofi faz parceria com a GEA para expandir a produção de café solúvel no Brasil

Barras de chocolate da marca Copenhagen da CRM são vendidas por 29,90 reais (US$ 6,01), enquanto uma caixa de chocolates é vendida por cerca de 130 reais.

Joanne Cox, analista da Kepler Cheuvreux, disse que o acordo parecia incomum à primeira vista, já que a Nestlé se concentrava em seus negócios de café, petcare e nutrição, mas fazia sentido.

“A Nestlé tem um negócio de chocolate no Brasil, então pode consolidar a produção e gerar sinergias, enquanto a categoria de chocolate premium que Lind mostrou é, se você acertar, um negócio muito, muito, decente”, disse ele.

($1 = 4,9784 reais)

Reportagem de John Revill, edição de Friedrich Hein, Janane Venkataraman e Susan Fenton

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

Obtenha direitos de licençaAbre uma nova aba