Maio 24, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Monarcho, ícone do samba brasileiro, morre aos 88 anos

Hildemar Dinis, um cantor e compositor brasileiro conhecido como Monarcho e considerado uma das figuras mais importantes do samba, faleceu sábado aos 88 anos.

Sua morte foi anunciada pela Portella, uma das escolas de samba mais famosas do Rio de Janeiro, onde atuou como presidente.

“Portella está triste com a morte de nosso Presidente Honorário Monarca, que está hospitalizado na cidade desde novembro para uma cirurgia de intestino”, disse a escola em seu site.

Ele foi declarado morto no local devido a complicações durante a cirurgia.

Monarcho foi um dos melhores compositores de samba e rumou para a Portella, que tem 22 títulos de desfile de carnaval carioca, o maior da história.

Começou a compor aos 17 anos, antes de gravar seu primeiro álbum solo em 1976, e começou a colaborar com alguns dos maiores sambistas brasileiros, Marisa Monte e Palinho da Viola.

“Monarco sempre foi um professor nato, com uma personalidade generosa que queria compartilhar seus conhecimentos e histórias”, escreveu Monte no Twitter após o anúncio de sua morte.

Ele o descreveu como “uma testemunha viva da história do Samba”.

Em 2015, ganhou o Prêmio de Música Brasileira de Melhor Álbum de Samba e foi indicado para Melhor Samba / Baguete no Grammy Latino de 2019.

READ  Fifa confirma abandono de eliminatória Brasil-Argentina da Copa do Mundo