Setembro 27, 2021

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Infecções variantes do delta surgiram no Brasil

Enquanto a classe dominante brasileira reabre escolas e locais de entretenimento e promove uma retomada mais ampla da atividade econômica celebrando o fim imaginário da epidemia de Govt-19, a terceira onda do vírus corona está crescendo em um ritmo perigoso. Distribuição da variação delta.

O Brasil já registrou 569.218 mortes e 20.361.493 casos Govt-19. Apesar dos números em declínio no passado, o país está registrando a maior média diária de mais de 28.000 infecções e 800 mortes.

Em entrevista no início de agosto, Miguel Nichols, médico e neurocientista que fez os alertas e previsões mais consistentes sobre o desenvolvimento descontrolado da epidemia no Brasil, descreveu a situação atual como uma catástrofe imediata.

Site de teste Covit no Brasil (Crédito: Marcelo Camarco / Agência Brasil)

Em figura forte, o cientista comparou o desenvolvimento das epidemias ao movimento das ondas, em que o atual momento de declínio da curva epidêmica antecede o maior novo surto. “Foi como uma onda, um tsunami, ‘atingiu a costa’ e agora retrocedeu”, disse ele. “A energia do tsunami da segunda onda no Brasil só recuou com o mar, e essa energia vai de alguma forma se reproduzir aqui na dinâmica de outros países … enquanto estoura pelo mundo. [with the Delta variant cases]Estamos esperando ele explodir no Brasil.

Niccol லி s descreveu ainda o momento atual da epidemia no Brasil como uma “controvérsia entre a variante gama e a variante delta” e apontou notícias recentes de que a variante delta no Rio de Janeiro já representa 45% dos novos casos. “Essa polêmica é superada pela variação do delta conforme o esperado.”