Julho 4, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Gus Borges Soca Bilhete para o Mundial com 22.00 50 FR

TROFÉU DE NATAÇÃO BRASIL 2022

A última noite do Troféu Brasil 2022 aconteceu nesta noite no Rio de Janeiro, com as finais dos 50 livres, 200 IM e 1500 livres masculino. Nos 50 livres masculinos, Gus Borges acelerou para 22,00, tirando um considerável 0,33 segundo de sua natação preliminar. Com o desempenho, Borges também caiu sob o corte FINA ‘A’ de 22,18, perfurando sua passagem para o Campeonato Mundial no evento. Infelizmente, vice-campeão Lucas Peixoto tocou em 22,19, apenas 0,01 segundo fora do padrão ‘A’. No final das contas, não faria diferença se Peixoto tivesse acertado o tempo ‘A’, no entanto, já que Bruno Fratus está pré-qualificado para o Campeonato Mundial nos 50 livres em virtude da classificação para as finais nas Olimpíadas do verão passado.

Nos 1500 livres masculinos, recordista brasileiro Guilherme Costa acelerou para um 15: 06,91, tocando primeiro por 8 segundos. Depois de se classificar para o Campeonato Mundial nos 400 livres e 800 livres, Costa ficou fora do corte ‘A’ da FINA de 15:04.64. Costa detém o recorde brasileiro em 14: 55,49, uma vez que nadou em 2019. Embora Costa tenha prosperado nos 400 e 800 recentemente (ambos os recordes pessoais são de 2021), ele não conseguiu voltar aos 1500 tempo nos últimos 3 anos.

Caio Pumputis nadou uma corrida brilhante para vencer os 200 metros IM masculino, nadando uma dura metade da frente para ficar com o pelotão da frente, depois usando sua velocidade superior de nado peito para disparar para a liderança indo para os 50 finais. melhor pessoal, mas ainda sob o corte FINA ‘A’, ganhando-lhe outra vaga no Campeonato Mundial. Vini Lanza ficou em 2º, nadando a 1: 59,79, o que infelizmente está a 0,03 segundos do corte ‘A’ de 1: 59,76.

READ  Grupos do Brasil pedem que UE proíba todas as importações ligadas ao desmatamento

Em uma chamada incrivelmente perto, Lorrane Ferreira ganhou os 50 livres femininos em 25.04, igualando o corte ‘A’ da FINA. A natação ficou a 0,2 segundos do melhor de Ferreira, mas ela fez o padrão de qualificação do Campeonato Mundial por menor ou menor margem. Graciele Amaral fez um ótimo nado para terminar em 2º, com 25,30s, 0,40 segundos mais rápido que seu desempenho nas preliminares.

Nathalia Almeida venceu os 200 IM feminino em 2: 14,74, tirando quase 3 segundos de sua natação preliminar. Ela saiu rápido, dividindo 1: 02.01 nos 100 primeiros para estabelecer uma vantagem de 1,65 segundo sobre o campo no meio do caminho.