Maio 22, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Fluxo de café atinge portos brasileiros, açúcar enfrenta atrasos

Fluxo de café atinge portos brasileiros, açúcar enfrenta atrasos

Navios e armazéns contendo grãos e açúcar são vistos no TIPLAM (Terminal Portuário Integrador Luis Antonio Mesquita) da VLI Multimodal SA no Porto de Santos em Santos, Brasil, em 25 de maio de 2023. REUTERS/Amanda Perobelli/Foto de arquivo Obtenha direitos de licença

19 de outubro (Reuters) – Os centros de exportação de commodities do Brasil estão sendo pressionados por volumes recordes de soja, milho e açúcar transportados em uma época do ano em que as chuvas começam a aumentar nos portos do sul, de acordo com traders, analistas e dados de transporte marítimo.

Os exportadores relatam atrasos nas exportações de café devido à pouca disponibilidade de camiões e contentores, enquanto os tempos de espera dos navios aumentaram, resultando em custos adicionais para os comerciantes e atrasos na entrega de mercadorias aos destinos.

Os portos brasileiros estão movimentando grandes volumes este ano, mas as chuvas no sul, o vencimento de um contrato de outubro para fornecimento de açúcar em Nova York e o desvio de carga dos portos do norte para o Porto de Santos desaceleraram o Amazonas devido à seca. Os níveis de água do rio adicionaram pressão ao sistema.

“Temos um problema com a disponibilidade de contentores”, disse um comerciante-chefe de um grande exportador de café, sob condição de anonimato, acrescentando que a situação reduziu as exportações em Setembro.

Ele disse que a disponibilidade está diminuindo à medida que as fábricas de açúcar usam mais contêineres.

O açúcar bruto geralmente é enviado a granel, em contêineres de açúcar refinado.

De acordo com o provedor de dados marítimos Datamar, o uso de contêineres para exportações de açúcar aumentou 86% no ano até agosto em relação ao ano anterior, enquanto o número de contêineres usados ​​para café caiu 5%.

READ  Azul do Brasil entra em táxis elétricos

Para graneleiros, o tempo de espera para carregar a carga saltou.

A agência marítima Williams disse que o tempo de espera no CLI, principal terminal de açúcar de Santos, aumentou de 17 dias em setembro para 33 dias na quarta-feira.

Analistas do ING disseram que alguns embarques de açúcar que saíram do Brasil em outubro poderiam ser adiados para novembro.

Um diretor de um dos maiores exportadores de açúcar do Brasil, no entanto, disse que os compradores já esperavam atrasos.

“Mas se começar a chover forte, será problemático”, acrescentou.

O previsão Santos receberá apenas chuvas leves nos próximos dias e chuvas fortes estão previstas a partir de 28 de outubro.

Reportagem de Marcelo Teixeira em Nova York; Edição de Jamie Freed

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

Obtenha direitos de licençaAbre uma nova aba

Inclui produtos agrícolas e biocombustíveis, incluindo manufatura, comércio e transporte em Nova York. Ex-Correspondente Brasil e Correspondente de Clima/Meio Ambiente. O brasileiro é bacharel em jornalismo e concluiu pós-graduação em reportagem ambiental pela Invent da Alemanha e pela Universidade de Harvard em política externa e economia política internacional. Ávido jogador de futebol e tênis.