Maio 24, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Final do 2º dia do Troféu Brasil 2022: Balduccini vence com 1: 57,7 200 grátis

Troféu Brasil de Natação 2022

Na 2ª noite do Troféu Brasil de Natação 2022, 17 anos Stephanie Balduccini lançou um novo recorde pessoal enorme de 1: 57,77 para ganhar os 200 livres femininos. Balduccini, que se comprometeu a nadar colegialmente nos Estados Unidos na Universidade de Michigan, quebrou as 2:00 pela primeira vez esta manhã, depois estragou esse tempo esta noite. Ela saiu rápido, dividindo 56,95 nos primeiros 100, e conseguiu segurar na metade de trás, dividindo 1: 00,82.

A natação foi enorme, tanto para Balduccini quanto para a natação brasileira. Este foi um evento em que, francamente, não se previa que o Brasil teria qualquer nadador para conseguir um ingresso para o Mundial. Balduccini tinha outros planos, no entanto, eliminando o corte FINA ‘A’ de 1: 58,66 por quase um segundo. Ainda muito jovem, Balduccini agora está se aproximando dos Recordes Brasileiro e Sul-Americano, que são de Manuella Lyrio em 1:57.28.

Nicolau Santos ainda é um velocista de classe mundial aos 42 anos, arrancando de um campo rápido na final dos 50 fly masculino esta noite. Santos chegou a 22,70, quase quebrando seu próprio recorde sul-americano de 22,60, e registrou o melhor tempo do mundo este ano em mais de meio segundo.

O 50 fly masculino foi provavelmente o melhor evento da competição até agora, quando se olha para a final ‘A’ de cima para baixo. 5 Nadadores ficaram sob o corte FINA ‘A’, de longe o maior número de qualquer evento até agora. Gabriel Santos terminou em 2º, marcando 23s40 para conseguir uma vaga na equipe brasileira do Campeonato Mundial no evento. Seu tempo também o classifica em 5º no mundo para a temporada 2021-22. Atrás do Santos estavam Guilherme Santos (23.42), Marcelo Chierighini (23.52), e Vini Lanza (23,52), todos os quais bateram o corte FINA ‘A’ de 23,63.

READ  Analistas no Brasil estão elevando previsão de taxa de 2022 para 11%

Fernando Scheffer, o medalhista olímpico de bronze no verão passado, venceu os 200 livres masculinos em um tempo sólido de 1: 46,18. A natação faz de Scheffer o artista número 4 do mundo este ano. Scheffer já foi nomeado para a lista de campeões do mundo do Brasil no evento em virtude de chegar às finais nas Olimpíadas do evento, mas venceu o corte ‘A’ da FINA de 1: 47.06.

Guilherme Basseto recuperou os 100 metros masculinos em 54,48, superando Guilherme Guido e Gabriel Fantoni, que empatou em 2º em 54,81. Basseto saiu muito rápido novamente esta noite, dividindo 25,64, e conseguiu voltar para casa em 28,84. Infelizmente, o padrão FINA ‘A’ fica em 54,03, o que significa que o Brasil não terá um nadador nos 100 metros masculinos no Campeonato Mundial neste verão.

Daynara Paula venceu o 50 fly feminino em 26,34, perdendo o corte FINA ‘A’ por 0,02 segundos. Ainda assim, Paula acrescenta outro título ao seu nome. Ela é a recordista brasileira e sul-americana na prova com os 25s85 que nadou no Mundial de 2009 em Roma, notadamente no auge da era do “super terno”.

Andrea Berrino venceu os 100 metros femininos em 1:01.85.