Maio 20, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Decisão do Supremo Tribunal Federal destitui presidente da Confederação de Futebol

Decisão do Supremo Tribunal Federal destitui presidente da Confederação de Futebol

RIO DE JANEIRO (AP) – O juiz do Supremo Tribunal Federal do Brasil decidiu na quinta-feira que o presidente da confederação de futebol destituída do país deveria ser reintegrado.

O juiz Gilmer Mendes anulou decisão judicial de 7 de dezembro do Rio de Janeiro que demitiu Ednaldo Rodriguez e todos os seus executivos da confederação conhecida como CBF devido a irregularidades no processo eleitoral de 2022.

A medida ocorre quatro dias antes de executivos da FIFA e da entidade sul-americana de futebol CONMEBOL debaterem a interferência desnecessária de terceiros na CBF. Havia um órgão dirigente do futebol Ameaçado de suspender o Brasil Por causa disso em competições internacionais.

Um juiz brasileiro disse que havia um “claro risco de dano” se a interferência impedisse o Brasil de competir nas eliminatórias olímpicas de Paris deste mês. Os times devem ser apresentados à entidade máxima do futebol até sexta-feira, e a CBF ainda não enviou a lista.

Os outros 10 juízes do Supremo Tribunal Federal irão analisar a decisão liminar de Mendes para uma decisão final em data a ser determinada.

Na manhã de quinta-feira, o procurador-geral do Brasil, Paulo Conet, e o gabinete do procurador-geral do país pediram publicamente a reintegração de Rodriguez.

A decisão de quinta-feira encerra um período em que o supervisor nomeado pelo tribunal, José Pertis, é responsável pela realização de novas eleições. O processo já estava em andamento com dois candidatos disputando o apoio de federações e clubes locais para substituir Rodriguez.

Porta-vozes de Perdiz e Rodrigues não responderam aos pedidos de comentários da Associated Press.

Rodríguez assumiu a presidência interina em 2021, após o antecessor Rogério Capoglo ter sido suspenso por suposta agressão sexual a uma funcionária do CPF.

READ  Votação do Brasil sobre reforma tributária na próxima semana trouxe mudanças nos lucros das empresas

Durante seu período fora do cargo, Rodriguez viu sua maior aposta política fracassar. Ele disse repetidamente que chegou a um acordo com o técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, para assumir o Brasil em julho, mas o italiano anunciou em 29 de dezembro. Ele estendeu seu contrato Com Madrid até 2026.

O contrato do técnico interino do Brasil, Fernando Diniz, expira poucos dias antes da Copa América deste ano, nos Estados Unidos. Diniz atualmente divide o trabalho na seleção como técnico do Fluminense, vencedor da Copa Libertadores.

O mandato de Rodriguez vai até 2026. Ele é outro presidente da CBF que enfrenta problemas jurídicos, embora não tão envolvido em casos de corrupção como os antecessores Ricardo Teixeira, José Maria Marin e Marco Polo del Nero.

___

AP Futebol: https://apnews.com/hub/soccer