Maio 20, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Cerrado brasileiro: um guia |  Barão

Cerrado brasileiro: um guia | Barão

Espalhada pelo centro do Brasil está talvez o lugar mais importante do qual a maioria das pessoas nunca ouviu falar, uma vasta savana tropical que os especialistas dizem ser vital para a saúde do planeta, mas que está desaparecendo rapidamente.

Aqui estão alguns fatos rápidos.

Menos famoso que a floresta amazônica acima dele, o Cerrado é uma das três maiores savanas da Terra, junto com a África e a Austrália.

Com dois milhões de quilómetros quadrados (770.000 milhas quadradas), os seus limites ocidentais estendem-se até à Bolívia e ao Paraguai, e tem aproximadamente o tamanho da França, Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido.

Segundo a UNESCO, o Cerrado é a savana com maior biodiversidade do mundo, lar de mais de 11.000 espécies de plantas e centenas de espécies de animais, incluindo onças, antílopes e antílopes gigantes.

Anúncio – Role para continuar

Apelidado de “Berço da Água”, alimenta oito grandes sistemas fluviais e três grandes aquíferos na América do Sul.

Os cientistas dizem que o Cerato e a Amazônia estão intrinsecamente ligados.

A savana depende da floresta tropical para produzir as chuvas que enchem seus rios e aquíferos. A floresta tropical depende da savana para alimentar os cursos de água que atravessam o seu flanco sul.

Anúncio – Role para continuar

Ambos desempenham um papel importante no controlo das alterações climáticas, sequestrando carbono da atmosfera.

Em vez disso, ambos poderão acelerar o aquecimento global se ultrapassarem um “ponto de inflexão”, quando as suas plantas morrerem e libertarem reservas de carbono, dizem os cientistas.

Nas últimas décadas, o Cerrado tornou-se uma potência agrícola, ultrapassando o Brasil como o maior exportador mundial de soja e este ano o maior produtor de milho e algodão.

Segundo o grupo de pesquisa MapBiomas, metade do Cerrado já está convertida em terras agrícolas.

Mas o boom, um factor-chave de crescimento para a maior economia da América Latina, tem um custo.

De acordo com cálculos do World Wildlife Fund (WWF), a conversão da savana em terras agrícolas no Cerrado gera 230 milhões de toneladas métricas de carbono por ano, o equivalente às emissões de 50 milhões de carros anualmente.

Anúncio – Role para continuar

Numa região que os conservacionistas dizem estar a secar devido à desflorestação, à irrigação excessiva e às alterações climáticas, a monitorização por satélite da agência espacial brasileira INPE registou quase 40.000 incêndios este ano.

Segundo o MapBiomas, queimaram quase o tamanho da Suíça.

Estudos também constataram que o abastecimento de água do Cerrado está contaminado com agrotóxicos e herbicidas.