Maio 22, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Cardeal critica o candidato presidencial brasileiro Lula por declaração contraditória sobre aborto |  Registro Católico Nacional

Cardeal critica o candidato presidencial brasileiro Lula por declaração contraditória sobre aborto | Registro Católico Nacional

Comentando a declaração de Lula, o Cardeal Scherer afirmou que ‘o aborto, seja praticado individualmente ou promovido pelo Estado, sempre acaba causando a ceifa de vidas humanas’.

SÃO PAULO, Brasil – O cardeal Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, descreveu a declaração sobre o aborto feita pelo candidato presidencial e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como “infeliz”.

Em entrevista concedida em 24 de março à rádio Super 91.7 FM, Lula disse que, como pai de família, é contra o aborto, mas que, se vencer as eleições presidenciais, precisará tratá-lo “como uma questão de saúde pública”.

“Eu, Lula, pai de cinco filhos, sou contra o aborto e sempre fui. Agora, eu, o chefe de Estado, preciso tratar o assunto como saúde pública. Pessoalmente, esse é o meu pensamento, mas como vou tratar isso como chefe de estado?” ele disse.

“Muitas pessoas são contra o aborto, mas correm para outros países para fazê-lo em segredo, enquanto as mulheres morrem nas ruas”, disse Lula. “Cabe ao estado dar a essas pessoas a capacidade de receber tratamento (médico) decente, esse é o papel do estado”, acrescentou.

O candidato disse ainda que “não tem medo de temas polêmicos como o aborto” e anunciou que “quando for introduzido, será discutido no foro apropriado, que é o Congresso Nacional”.

Segundo levantamento do Instituto Orbis para o site Diário do Poder, a legalização do aborto é apoiada por menos de 17% da população brasileira.

Comentando a declaração de Lula, o cardeal Scherer lembrou que “o aborto, seja praticado individualmente ou promovido pelo Estado, sempre acaba causando a ceifa de vidas humanas”.

Embora a ACI Digital, parceira de notícias em língua portuguesa da CNA, tenha solicitado uma entrevista à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil para comentar as declarações de Lula, a conferência respondeu que “não comenta o discurso dos candidatos”.

READ  Agricultores em Algodão Cerado, Brasil, sobre os benefícios da agricultura

As eleições gerais do Brasil serão realizadas em 10 de outubro. 2º, em que serão escolhidos um novo presidente, vice-presidente e membros do Congresso Nacional.

Segundo a imprensa local, uma pesquisa eleitoral recente do Instituto FSB, a pedido do banco de investimentos BTG Pactual, mostrou que Lula, do PT, está em primeiro lugar com 43% de prováveis ​​eleitores.

Lula é seguido com 29% dos prováveis ​​eleitores a favor do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, do Partido Liberal. Em terceiro e quarto lugares estão Ciro Gomes do Partido Democrático Trabalhista e Sérgio Moro do Podemos.

A pesquisa também indicou que Bolsonaro teve índice de reprovação de 59%, seguido por Moro com 49%, e Lula e Ciro com 41% cada.