Setembro 27, 2021

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Brasil vê geração de energia em novembro por conta da seca

Torres de transmissão elétrica foram colocadas em uma fazenda de café em Santo Antonio do Jordim em 6 de fevereiro de 2014. REUTERS / Paulo Whitaker

RIO DE JANEIRO, 23 de julho (Reuters) – A operadora nacional de energia elétrica do Brasil (ONS) disse na sexta-feira que uma grave queda de energia pode levar a capacidade de geração de energia do país a sua extensão total até novembro.

A maior economia da América Latina está enfrentando sua pior seca em quase um século, desestabilizando barragens hidrelétricas – a principal fonte de eletricidade do Brasil.

Apesar do sistema de energia estendido, o ONS disse que não previu falta de energia para os consumidores.

“Em termos de atendimento à demanda de eletricidade, os excedentes foram significativamente reduzidos em outubro e praticamente todos os recursos foram esgotados em novembro”, disse o ONS em nota técnica.

No início deste mês, o ONS pediu aos geradores de energia que adiassem a manutenção e o trabalho técnico o máximo possível para evitar o agravamento da crise de energia, mas insistiu que a ração de energia não estava em risco.

As represas registraram o menor suprimento de água em mais de 90 anos em meio a uma seca, aumentando os preços e aumentando as taxas de inflação.

A seca é parte de uma seca severa em muitas partes do mundo, incluindo a costa oeste dos Estados Unidos, que está ligada à mudança climática global, disse o ministro brasileiro de Minas e Energia, Pento Albuquerque.

Reportagem de Marta Noguevara in Rio, escrita por Carolina Mandel em São Paulo, editado por Chris Reese

Nossos padrões: Princípios da Fundação Thomson Reuters.