Maio 24, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Brasil retira imposto de importação de alimentos no combate à inflação

Por Pedro Rafael Villala

O governo brasileiro estabeleceu alíquotas zero de imposto de importação para sete tipos de alimentos. A decisão foi tomada pela Câmara de Comércio Exterior (COMEX), braço do Ministério da Economia. Ele entra em vigor na quinta-feira e expira em 31 de dezembro.

Carne bovina desossada e congelada nos produtos – seu imposto é de 10,8%; Farinha de trigo – 10,8 por cento e milho – 7,2 por cento.

Até o final deste ano, o impacto dos cortes de impostos pode chegar a R$ 700 milhões (US$ 136 milhões), segundo o Ministério da Economia. Não é exigida compensação fiscal, uma vez que se trata de um imposto de regulação do mercado e não de um imposto de cobrança.

Em entrevista coletiva na quarta-feira, Marcelo Guaranis, secretário-executivo do Ministério da Economia, disse que a medida visa conter a inflação.

“Sabemos que essas medidas não vão alterar a inflação, mas vão aumentar a competitividade dos mercados. Quando o preço de um item começa a subir muito rápido, sempre haverá uma grande chance de importá-lo. aumentar o preço. Essa é a lógica dessa ferramenta”, disse Guaranis.

Em abril, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, foi de 1,06%. Este é o maior índice para o mês de abril de 1996 (1,26%). A inflação está em 12,13% nos últimos 12 meses, segundo o IBGE, a agência de estatísticas do governo, que calcula o IPCA.

READ  Por que a cobertura vegetal do Brasil aumentou apesar do novo projeto hidrelétrico