Julho 2, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Brasil reconhece Coronavac da Sinovak para jovens de 6 a 17 anos

Em 16 de agosto de 2021, um funcionário do Instituto Butanês carregou a vacina contra o coronavírus (COVID-19) da Sinovac em um caminhão para distribuição nacional em São Paulo, Brasil. REUTERS/Carla Carniel

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

BRASÍLIA, 20 Jan (Reuters) – A agência reguladora sanitária brasileira Anvisa aprovou nesta quinta-feira o uso emergencial da vacina contra o coronavírus Zinovac Biotech (SVA.O) Covit-19 para pessoas entre 6 e 17 anos que não apresentam riscos à saúde. Adolescentes.

A luz verde veio quando todos os cinco diretores da Anvisa votaram a favor da foto Coronavac feita pela empresa butanesa de São Paulo no Brasil.

Esta decisão reflete a aprovação parcial da demanda original de Button. A empresa inicialmente esperava usar a vacina para pessoas entre 3 e 17 anos, mas a equipe da Anvisa concluiu que não havia dados suficientes para vacinar um grupo tão extenso.

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

Segundo a Anvisa, a vacinação com o coronavírus acontecerá em duas doses com intervalo de 28 dias.

“Todas as evidências científicas disponíveis sugerem que a vacina pode ter benefícios e segurança no uso pediátrico”, disse Gustavo Mendes, gerente de produtos farmacêuticos e biológicos da Anvisa.

Aprovação do Coronavac após o sinal verde dado à já destruída foto da Pfizer Inc (PFE.N) para todos com mais de 5 anos no Brasil.

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

Reportagem de Ricardo Brito em Brasília, editado por Gabriel Arrojo, editado por Sisu Nomiama e Matthew Louis

Nossos padrões: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

READ  Brasil passa de meio milhão de mortes COVID-19, especialistas alertam para piora