Julho 4, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Brasil quer juntar petróleo e gás da Guiana e do Suriname em um corredor energético regional – MercoPress

Brasil quer juntar petróleo e gás da Guiana e do Suriname em um corredor energético regional

Segunda-feira, 31 de janeiro de 2022 – 09:51 UTC


Conversas entre Bolsonaro e o presidente da Guiana, Irfaan Ali, e Chandrikapersad Santokhi, do Suriname, anteciparam a construção de uma rede de gasodutos

O Brasil aposta fortemente para se tornar o principal player no desenvolvimento da produção de petróleo e gás em seu extremo nordeste, onde o estado do Amapá compartilha proximidade com a Guiana Francesa, Suriname e Guiana, que devem se tornar importantes players no mercado negócios de hidrocarbonetos.

Com isso em mente, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro visitaria o Suriname e a Guiana com o objetivo de criar um corredor energético regional que inclua as vastas reservas do pré-sal do Brasil.

No entanto, a morte repentina da mãe de Bolsonaro e seu retorno ao Brasil congelaram os primeiros contatos oficiais sobre o assunto.

As conversas entre Bolsonaro com o presidente da Guiana, Irfaan Ali, e Chandrikapersad Santokhi, do Suriname, anteciparam a construção de uma rede de gasodutos ligada a projetos industriais e petroquímicos, como uma fundição de alumínio a gás para processar o minério de bauxita da Guiana.

O gás pode vir da costa da Guiana e do Suriname que estão surgindo no mapa de hidrocarbonetos, assim como do Brasil.

Também na agenda estava um intercâmbio de eletricidade e uma rede rodoviária conectada a um porto de águas profundas planejado na Guiana, dando acesso ao Atlântico a partes do norte do Brasil.

Bolsonaro está procurando garantir prioridade para a Petrobras controlada pelo estado do Brasil no jogo offshore do Suriname, que está geologicamente relacionado à fronteira norte offshore do Brasil.

Brasília apresenta suas bacias offshore do norte como seu “novo pré-sal”, com cerca de 40% dos mais de 20 bilhões de bl de óleo equivalente (boe) descobertos em áreas do pré-sal nas bacias de Campos e Santos.

READ  BR Malls do Brasil entrará em negociações de tie-up com Aliansce Sonae após nova oferta

A Petrobras está planejando gastar cerca de US $ 2 bilhões dos US $ 5,5 bilhões em gastos planejados de exploração sob seu plano de negócios de US $ 68 bilhões 2022-26 na procura de petróleo na margem equatorial.

O diretor de upstream da empresa, Fernando Borges, disse que 14 poços em quatro bacias offshore – Foz do Amazonas, Barreirinhas, Potiguar e Para-Maranhao – estão ligados a uma tendência no Suriname e na Guiana.