Agosto 16, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Brasil pode enfrentar distúrbios ‘mais severos’ do que tumultos no Capitólio dos EUA | notícia

O alerta do chefe eleitoral vem quando o presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro, que está atrás nas pesquisas, lança dúvidas sobre o sistema de votação.

O Brasil, que tem eleições presidenciais em outubro, corre o risco de enfrentar um incidente “muito mais grave” do que o ataque ao Capitólio dos Estados Unidos em 6 de janeiro de 2021, segundo o chefe do tribunal eleitoral do país.

Os comentários de Edson Fachin na quarta-feira seguem pesquisas recentes que mostram o presidente de extrema direita do Brasil, Jair Bolsonaro, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Bolsonaro levantou dúvidas sobre o sistema de votação, chegando ao ponto de ameaçar derrubar um resultado desfavorável na eleição sem provas.

“Podemos experimentar um episódio mais grave do que 6 de janeiro [attack] no Capitólio”, disse Fauchin em uma apresentação no Wilson Center em Washington, DC.

Em 6 de janeiro de 2021, centenas de apoiadores do então presidente Donald Trump invadiram o Capitólio dos EUA em Washington, D.C., esmagando policiais na tentativa de bloquear violentamente o certificado de vitória do presidente Joe Biden.

Fachin também alertou que a interferência no processo eleitoral não seria tolerada. O envolvimento das Forças Armadas do Brasil nas eleições presidenciais deve ser cooperativo e não interferente, disse ele.

No início deste ano, a Justiça Eleitoral formou uma Comissão de Transparência com representantes de diversas instituições públicas, inclusive militares, para garantir maior segurança ao processo de votação.

Os chefes do Exército disseram amplamente que as Forças Armadas respeitarão qualquer resultado eleitoral. No entanto, alguns oficiais militares ecoaram os comentários de Bolsonaro sobre potenciais fraquezas no sistema eleitoral do Brasil.

READ  Brasil Compre agora e pague depois (BNPL) Relatório de mercado 2022-2028, apresentando os principais players

“Obviamente, não vamos aceitar esse tipo de situação. Cooperação é sim, intervenção nunca”, disse Fauchin.