Julho 2, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Brasil e Estados Unidos devem cooperar contra exportações ilegais de madeira da Amazônia

LOS ANGELES, 10 Jun (Reuters) – Os governos brasileiro e norte-americano estão em negociações conjuntas para combater as exportações ilegais de madeira da floresta amazônica e outras atividades ambientais ilegais.

As conversas aconteceram na quinta-feira à margem de uma reunião entre John Kerry, embaixador do Enviado Especial dos Estados Unidos para Mudanças Climáticas, e Anderson Torres, ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil, e o ministro do Meio Ambiente, Joachim Leid.

Os detalhes do acordo de cooperação ainda não foram definidos, disse Torres à Reuters na sexta-feira, mas o possível acordo em torno da cooperação inclui apoio dos EUA, especialmente em inteligência.

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

Torres disse que a parceria também pode obter evidências para a instalação de sites na Amazônia, acrescentando que uma reunião técnica deve ser agendada nas próximas semanas para definir seu modelo.

“Se começarmos a trabalhar muito juntos, acho que essa colaboração incluirá inteligência e troca de informações e a investigação desses caminhos de madeira”, disse Torres.

O encontro com Kerry tratou de diversos temas da política ambiental brasileira, mas centrou-se nas políticas de combate ao crime organizado na Amazônia.

O Brasil tem enfrentado críticas internacionais por lidar com o desmatamento ilegal na Amazônia e outras questões ambientais. Os números oficiais do governo mostram que o desmatamento da Amazônia no Brasil está em 15 anos de alta em 2021. consulte Mais informação

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

Reportagem de Lisandra Paraguassu; Escrito por Carolina Police pela Galeria Sri Navaratnam

Nossos padrões: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

READ  Nova investigação liga cadeias de fornecimento de aves na Europa a abusos de direitos tribais no Brasil