Agosto 16, 2022

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Bolsonaro lançou oficialmente sua candidatura à reeleição, dizem os militares

RIO DE JANEIRO, 24 Jul (Reuters) – O presidente brasileiro Jair Bolsonaro lançou sua candidatura à reeleição em um evento do partido no Rio de Janeiro neste domingo com um discurso focado em Deus, armas e família, como o líder de direita tentou. para recuperar a liderança de comando estabelecida por seu principal rival, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O Partido Liberal (PL) de direita escolheu Bolsonaro como seu candidato na votação de 2 de outubro diante de vários milhares de espectadores no Estádio do Maracanacino, no Rio, considerado o início oficial da candidatura de Bolsonaro sob a lei brasileira.

A nomeação ocorre no momento em que o presidente continua a montar ataques infundados à confiabilidade do sistema de votação eletrônica do país, levantando dúvidas sobre se ele aceitará a derrota. Embora o presidente não tenha tocado diretamente nessas questões no domingo – concentrando-se em posições socialmente conservadoras – seu discurso elogiou as Forças Armadas, que compartilharam suas preocupações. consulte Mais informação

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

“O exército está do nosso lado”, ele aplaudiu os apoiadores. “Um exército que não aceita corrupção, não aceita fraude. É um exército que ama a transparência.”

Bolsonaro perdeu quase 20 pontos percentuais em algumas pesquisas para Lula, que governou o país de 2003 a 2010, junto com sua imagem de inflação. consulte Mais informação

A estrela de Lula caiu nos últimos anos devido a investigações de corrupção de alto nível – ele passou mais de um ano e meio na prisão por uma condenação que foi posteriormente anulada – mas ele continua sendo uma figura relativamente popular entre os brasileiros.

READ  Alemanha remove vírus brasileiro de lista de áreas diferentes, simplifica restrições de entrada para brasileiros

No entanto, para os fãs de Bolsonaro aqui, agitando bandeiras brasileiras e vestidos com camisas de futebol nacionais, a perspectiva do retorno de Lula é inconcebível.

As maiores vaias vieram quando Bolsonaro mencionou a Suprema Corte do Brasil, cujos membros entraram em confronto com aliados de Bolsonaro por alegações infundadas de fraude eleitoral.

Vera Carvalho, professora carioca de 59 anos, disse esperar que o golpe não aconteça, mas que, se acontecer, será culpa da esquerda por tentar instalar um presidente corrupto.

“Espero que não haja um, mas temo que possa haver”, disse ele. “Lula precisa voltar para a cadeia. Ela é uma peste.”

O Partido dos Trabalhadores (PT) de esquerda indicou Lula oficialmente na quinta-feira, enquanto o candidato de centro-esquerda Ciro Gomez, que está em um distante terceiro lugar, foi indicado pelo Partido Democrático dos Trabalhadores (PDT) na quarta-feira. consulte Mais informação

Nas próximas semanas, a já tensa batalha entre os dois principais candidatos vai esquentar ainda mais. Até meados de agosto, Lula e Bolsonaro serão liberados pelas autoridades para se engajar na maioria das campanhas políticas.

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

Reportagem de Gabriel Stargarder; Reportagem adicional de Ricardo Brito em Brasília; Escrito por Marguerite Choi e Lisa Schumacher com edição de Gram Slattery

Nossos padrões: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.