Maio 22, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

As jogadoras do Brasil na Copa do Mundo Feminina estão pedindo aos torcedores que faltem ao trabalho e voltem para casa para assistir aos jogos

As jogadoras do Brasil na Copa do Mundo Feminina estão pedindo aos torcedores que faltem ao trabalho e voltem para casa para assistir aos jogos

BRISBANE, Austrália (AP) – Os jogadores do Brasil estão pedindo aos seus torcedores na América do Sul que fiquem em casa, não trabalhem, e os vejam voltar ao trabalho. Copa do Mundo Feminina Campanha da manhã de segunda-feira contra o Panamá.

O fato de seus torcedores terem essa opção significa que os jogadores estão dando um passo à frente em sua luta contínua pela igualdade com seus colegas do sexo masculino.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou recentemente que os funcionários públicos podem trabalhar até duas horas após o apito final das partidas do Brasil. Ele incentivou as empresas privadas a fazerem o mesmo.

A partida entre Brasil e Panamá começa às 20h30 desta segunda-feira, em Adelaide, na Austrália. Há uma diferença de fuso horário de aproximadamente 12 horas entre os países.

“Espero que as pessoas realmente acompanhem (os jogos) e não usem isso para evitar o trabalho”, disse a zagueira brasileira Antonia. “Espero que as pessoas realmente nos sigam.”

READ  Infracommerce do Brasil dobrará capex e fará novas aquisições na América Latina

Os torcedores da seleção masculina do Brasil não são novos em tirar folga do trabalho para assistir a partidas importantes de futebol, mas esta é a primeira vez para a seleção feminina.

“Este é um passo importante para o futebol feminino”, disse Antonia. “Acho que é um pouco para trás, mas aconteceu e temos que respeitar isso.”

Embora este seja um passo em direção à igualdade, traz uma pressão adicional. Seleção busca sua primeira Copa do Mundo Para provar a si mesmos para seu país e para o mundo como um grande time no futebol feminino.

“Já é um grande movimento”, disse a meio-campista Angelina sobre o apoio do time no Brasil, “e a expectativa está crescendo”.

O Brasil participou de todas as Copas do Mundo Femininas desde 2007, quando terminou como vice-campeã para a Alemanha. Eles ganharam duas medalhas de prata nas Olimpíadas de 2004 e 2008. Marta é uma das jogadoras mais famosas e talentosas do mundo, estará jogando em sua última Copa do Mundo. Marta detém o recorde de mais gols marcados em uma Copa do Mundo, seja masculina ou feminina, com 17, e os gols internacionais marcados pelo Brasil com 115.

Em março, Lula endossou a candidatura do Brasil para sediar a Copa do Mundo Feminina de 2027 ao lado da ministra do Esporte do Brasil, Ana Moser, e do presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ednaldo Rodriguez.

“Isso vai estimular o povo brasileiro a desenvolver sua consciência política para que entenda e queira participar da participação efetiva das mulheres em todos os campos que puder”, disse Lula na época.

Moser viajará para a Austrália e Nova Zelândia durante a Copa do Mundo para torcer pela seleção, mas também fortalecer a candidatura do Brasil para 2027. O Brasil está competindo com a África do Sul – da Alemanha, Holanda e Bélgica, além dos Estados Unidos e do México.

READ  GMCoin torna-se patrocinador do nome da liga para os VPL ProClubs Fifa22 PS4 e XBOX E-Sport League no Brasil

As jogadoras brasileiras percebem que estão jogando por um futuro brilhante para o futebol feminino de seu país nesta Copa do Mundo.

“Dar esse primeiro passo é muito importante e espero que continue evoluindo e assim e que as pessoas realmente acordem e comecem a seguir o futebol feminino”, disse Antonia.

____

Molly Lee é uma estudante do Cormical Sports Media Institute da Universidade da Geórgia.

___

Cobertura AP da Copa do Mundo Feminina: https://apnews.com/hub/fifa-womens-world-cup E https://twitter.com/AP_Sports