Maio 20, 2024

FVO Site

Encontre as últimas notícias do mundo de todos os cantos do globo no site FVO, sua fonte online para cobertura de notícias internacionais.

Armazenagem de grãos no Brasil chega a 192,2 milhões de toneladas

Armazenagem de grãos no Brasil chega a 192,2 milhões de toneladas

RIO DE JANEIRO, Brasil – A capacidade disponível de armazenamento de grãos no Brasil atingiu 192,2 milhões de toneladas no segundo semestre de 2022, segundo relatório do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agência oficial de dados do país.

O levantamento de estoque mostrou que os estoques totais de grãos cresceram 1,8% em relação ao primeiro semestre de 2022, já que o número total de estabelecimentos de grãos aumentou 0,7%. Os poços de armazenamento estão em 51,6% da capacidade em 99,2 milhões de toneladas, um crescimento de 3,2% no primeiro semestre de 2022.

Os armazéns de granéis e granéis têm capacidade de armazenagem de 70,3 milhões de toneladas, 0,4% a mais que no primeiro semestre e 36,6% da armazenagem nacional. Os armazéns convencionais, estruturais e infláveis, que respondem por 11,8% da armazenagem total do país, somaram 0,1%, para 22,6 milhões de toneladas.

O estado do Rio Grande do Sul tem o maior número de armazéns (2.178), e o Mato Grosso tem a maior capacidade de 47,5 milhões de toneladas. Os estoques de produtos agrícolas ficaram em 39,4 milhões de toneladas, alta de 7,4% em relação ao segundo semestre de 2021.

Entre as cinco principais commodities agrícolas em unidades armazenadoras, o milho tem o maior estoque (18,1 milhões de toneladas), seguido pela soja (8,1 milhões), trigo (7,4 milhões), arroz e café (2,2 milhões) e café (900 mil). . Esses produtos representam 94% do total monitorado por este levantamento, sendo os 6% restantes constituídos por algodão, feijão preto, feijão colorido e outros grãos e sementes.

O Serviço Agrícola Estrangeiro (FAS) do Departamento de Agricultura dos EUA prevê que as safras brasileiras de milho e trigo superarão novamente as expectativas no ano comercial de 2023-24, com a produção de milho atingindo 133 milhões de toneladas e trigo 11 milhões de toneladas. O Brasil deve colher 159 milhões de toneladas de soja.

READ  Formação dos BRICS: Brasil e China negociam em moedas locais